Andrew Garfield desabafa sobre o seu e o novo Homem-Aranha.

78
78
"O UNIFORME TÁ MUITO LEGAL! AGORA VAI, GALERA!"
“O UNIFORME TÁ MUITO LEGAL! AGORA VAI, GALERA!”

O ator queria que o Homem-Aranha fosse para a Marvel, falou sobre o terceiro filme com ele no papel e conta sobre o que aprendeu interpretando-o.

Olá, Enxutos que também foram descartados feito uma mosca vazia, após ser sugada por uma aranha.

Em entrevista ao Uproxx, Andrew Garfield falou sobre o novo Homem-Aranha do cinema e sobre como teria sido o tom do seu terceiro filme com o personagem:

“Tenho feito campanha para uma parceria [da Sony] com a Marvel desde o início, então estou muito feliz que eles finalmente tenham feito isso.”

Garfield, que já havia elogiado seu sucessor Tom Holland, também voltou a dizer que, embora não deseje comentar os pormenores do caso, está muito feliz por finalmente poder ver um filme do Homem-Aranha da Marvel.

"CALMA, CARA! ESSA VERGONHA ALHEIA NÃO VAI DURAR!"
“FORÇA, CARA! ESSA VERGONHA ALHEIA NÃO VAI DURAR MUITO!”

Sobre O Espetacular Homem-Aranha 3, o ator diz que estava começando a debater ideias com Alex Kurtzman, que estava escrevendo o roteiro:

“Pensamos em começar na base de onde deixamos Peter para definir aonde queríamos levá-lo e o que era lógico. E como construiríamos isso de onde paramos, naquele desesperado momento com Gwen? Então tínhamos a alguns lugares sombrios para visitar e eu estava empolgado por estar envolvido no começo do processo, mas, de qualquer forma, não era para ser. Como disse, estou empolgado por simplesmente assistir ao filme”.

Em entrevista ao Zakis Corner, o ator afirmou que “não conseguiu salvar” a franquia de filmes de O Espetacular Homem-Aranha. Perguntado sobre o que aprendeu ao viver o herói no cinema, Garfield respondeu:

“Bom, eu não aprendi nada, porque nunca fui o Homem-Aranha. O Homem-Aranha é um personagem ficcional. Ele não é real [risos]. Para te dar uma resposta mais sensível, eu pensei que seria o Homem-Aranha sabe? Eu comecei a fazer e meu ego de merda entrou. Era como ‘Ok, aqui estou eu, sou a porr* do Homem-Aranha, eu realmente estou fazendo isso’, toda essa merda”.

"DE QUEM FOI A IDEIA DE FAZER ESSA MERDA DE CARACTERIZAÇÃO?!"
“DE QUEM FOI A IDEIA DE FAZER ESSA MERDA DE CARACTERIZAÇÃO?!”

“Eu era o ator que sou. A pessoa que sou. Lutando com a tentativa que me igualar com algo que elevei muito na minha cabeça. Elevei mais alto do que poderia alcançar, do que poderia conseguir. A grande coisa é que Peter Parker estava fazendo isso também. Ele criou este símbolo que ele nunca poderia ser. Ele nunca foi o suficiente. Ele nunca se sentiu o bastante e eu também nunca me senti. Nunca senti que fosse capaz. E eu não poderia salvar aqueles filmes… embora eu tenha ficado sem dormir por isso e eu queria fazer isso… não que eu precisasse, mas eu não conseguiria fazê-los de forma profunda… dando-lhe a vida que eu imaginei e nunca serei capaz de fazer isso, com nenhum filme. Essa situação em si foi muito difícil. O personagem sempre significou muito pra mim.”

Até cheguei a ficar levemente comovido com o sentimento de fracasso nas declarações do Garfield. Não deve ser fácil ver um trabalho, em que se está empenhado, fracassar e ser totalmente descartado. Principalmente quando a falta de sucesso do projeto não é só do ator, mas também do diretor, roteiristas, produtores e executivos do estúdio.

"AGORA COMO FAÇO PARA USAR O BANHEIRO? CARALHO!"
“AGORA COMO FAÇO PARA USAR O BANHEIRO? CARALHO!”

Por outro lado, o reconhecimento da Sony, de sua atual incapacidade de trabalhar com o Homem-Aranha, levou-a a fazer um acordo com a Marvel, demonstrando bom senso e inteligência. Isso fará com que todos saiam ganhando, tanto os estúdios, quanto os fãs. A Fox poderia seguir o exemplo e fazer o mesmo com o Quarteto Fantástico, mas isso seria querer muito dela.

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1