Treta Civil – Parte 4:  SuperAmiches vs. Baile dos Enxutos!

Um dia, antes da Parte 3, já era noite e o Reverendo procurava pistas de onde estariam Inferno e Moe.

Reverendo: Que saco! Onde estão esses malditos?

Notando algo de longe, Reverendo viu uma figura conhecida.

Reverendo: JJota?

Jotinha  pulava para o lado de fora da janela de uma casa simples, que tinha uma placa na frente com os dizeres Iluminerds.

Reverendo: Ei! O que você está fazendo?

JJota: Cara, que susto!

Reverendo: O maior detetive do mundo…

JJota: Sim, sou, mas nem assim acho coragem!

Reverendo: Por que está saindo às escondidas daí?

JJota: Só quero mais ação, igual a que tive quando encontrei o Eunuco.

Reverendo: Por falar nisso… Pensávamos que você tinha morrido.

JJota: Eu? Não, mas o Dadá e o Eunuco com certeza irão se não devolverem o meu carro!

Reverendo: Depois você me conta como escapou. Agora, quer ação? Bora comigo!

JJota: Almoçar? Me respeite, caboclo!

Reverendo: Não, Jotinha. Não agora! Vamos para a Terra Selvagem, estamos com uma treta sinistra.

JJota: Máfia, essas paradas né?

Reverendo: Certo!

Os dois descem uma rua escura e antiga.

JJota: Aqui me é familiar…

Reverendo: Era o nosso QG (d’O Baile dos Enxutos). Podemos pegar um transporte daqui.

Ao adentrar o recinto, eles acharam várias coisas antigas: um computador com monitor de tubo, antigos rascunhos de projetos mecânicos, do que seria o King, edições velhas de quadrinhos, uma moto…

JJota: Nossa! Quem é aquela ali?

Resultado de imagem para Arwen dark

Arwen: Estava te esperando.

Reverendo: Quem é você?

Arwen: Uma antiga Enxuta.

Reverendo: Ok, isso é estranho. Como você estava esperando, se os outros Enxutos abandonaram isto aqui há muito tempo?

JJota: Vamos pegar as coisas e dar no pé, Rev.

Arwen: Nãããããããoooooooo!!! Eu voltei para me vingaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaar…

Como um demônio, Arwen partiu para cima dos dois heróis (?!).

Reverendo: Tira logo a moto e vamos dar o fora!

JJota: Eu não ando de moto!

Reverendo: Aff!

Reverendo pegou a moto, enquanto o Jota tentava não lutar contra Arwen.

JJota: Ô, moça. Para, vai. Isso é injusto: se você me bate, você é poderosa; se eu revido, sou covarde! Não vale, né?

Arwen: Você pode até lutar, mas não pode vencer. Somos muitos.

Estarrecido, Reverendo viu a Máfia invadir o local.

Reverendo: FO-DEU!

JJota: Bom, desta eu acho que não escapo!

E, não mais que repentinamente, uma pequena sombra tomou a frente do Cangaceiro do Sertão.

JJota: Rev, mas que porra você pensa que tá…

Reverendo: Foi mal, Jota. Eu te coloquei nessa enrascada.

O braço metálico do Reverendo é a primeira coisa que eles arrancaram. Brutalmente espancado, ele grita, desesperado, sentindo que começavam a arrancar os fios da sua barba. Todos os oito!

Reverendo: Coo… corr… corre… CORRE, JJOTA! Sai daqui!

JJota: Mas… mas…

Não tinha como argumentar. JJota superou seus receios e subiu na moto, dando partida na mesma e subindo nas trevas! Sozinho, Reverendo tentou revidar, mas eram muitos. Vários cortes dilaceravam sua carne. Ele cambaleou para a rua, já com a visão turva e os ouvidos zunindo. Sentiu seu corpo ser erguido e arremessado para dentro de uma loja de brinquedos. Sem mais forças, ele olhou para um boneco e se lembrou do que Gruut disse para ele certa noite, quando, ambos ainda eram meros estagiários do BdE e dividiam o quarto de empregada que um dia foi de Dadá: “Sabe, nem sempre eu fui uma árvore…”.

Uma violenta explosão interrompeu suas lembranças…

Resultado de imagem para charles lee ray playland

Enquanto isso, no escritório dos Chineses. Avenida Paulista, SP.

Rodarepmi: Tluta Suplema!

Truta Suprema: Sim, mestre?

Rodarepmi: Como está se sentindo?

Truta Suprema: Quase recuperado, supremo líder.

Imagem relacionada

Rodarepmi: Good, good! Tenho uma missão paLa você. Sei da sua Laiva pelo BdE, pLincipalmente pelos “leitoLes” do blog. Vamos caçá esses leitoLes. Leve a maioLia da máfia com você.

Truta Suprema ouviu tudo sem muita alegria, pois seu ódio pelos “leitores” do Baile tomava quase todo o espaço das suas emoções. Mas estava satisfeito: finalmente, teria sua vingança contra o Baile, seus aliados e seus malditos “leitores”.

Espaço, a fronteira final. Planeta Põenu.

Uma luz rosa emana no céu. Uma grande energia pink parte em direção da Terra.

Resultado de imagem para Pink Light planet

Polvo-Aranha havia encontrado o Inferno. Frogwalken, o Moe. Os dois Enxutos (com o Moe lembrando o tempo todo que era um “membro fundador”) foram para a Área 171, na Terra Selvagem, onde os outros Enxutos se encontravam. A discussão estava tensa.

King: Temos que tomar todo o cuidado com a fumaça mimimizenta. Podemos ser afetados por ela e…

Sorg: Afetados o caralho! Quero saber por que demoraram tanto para aparecer!

Eunuco: Aposto que o Inferno estava coçando o saco em casa.

Inferno: Tava, mas na casa da sua mãe!

Gruut: Que deselegante!

Leo: Vamos manter o controle, como na filosofia samurai.

Majjin: Peraí, como alguém pode não curtir uma ruiva?

Dadá: Meu, não dá pra entender! Quem não curte uma ruiva merece ir à merda!

Moe: Sniff! Sniff!

Luc Luc: Não podemos falar assim das mulheres, pois, ao fazermos, as estamos objetivando e…

Super: O Luc vai começar? Cara, então eu preciso MESMO tomar meus remédios.

Um barulho vindo de fora foi ouvido…

Os Superamiches invadiram a Terra Selvagem, pegando a galera do BdE de surpresa: já chegaram brigando sem dar tempo de reação.

Gariba vs. Moe.

Moe: Calma, Gariba! Deixa eu explicar o que está acontecendo… Nossa! Essa sua cor me incomoda muito.

Gariba pulou na sua frente e usou de inteligência contra o menino Moe.

Gariba: Perdeu! Perdeu!!! Passa o celular!

Moe, assustado, levantou as mãos para o alto. Neste momento, Gariba deu um soco no seu estômago, mas machucou a própria mão por, incrivelmente, ser mais frágil que Moe.

Sir Vinnie vs. Sorg.

Sir Vinnie passou reto por Sorg, indo direto para sua prateleira de livros.

Sorg: Tira a mão dos meus livros, caralho!

Sir Vinnie: Como? Tá tudo desorganizado essa porra! Vou arrumar por ordem alfabética. E eu não tenho toque, ouviu?
Sorg: Não bagunça meus livros, porra!

Sorg tentou acertar a cabeça do Sir Vinnie com uma edição definitiva de Do Inferno, mas Vinnie defendeu-se com seu Escudo Colérico e disse se recusar a lutar contra alguém desarmado, enquanto continuava tentando organizar a prateleira

Coruja vs. Super.

Coruja usou o seu tomo “Mandado de Prisão”, invocando correntes pra prender o Super. Mas algo aconteceu: como ele não era culpado de nada, as correntes ficaram soltas e se quebraram facilmente com a força dele.

Neste momento, rapidamente Coruja compreendeu que houve um mal entendido naquela luta. Materializou um vinho (o ponto fraco do Super) e ofereceu pra ele.

CGui vs. Majjin.

CGui criou uma fumaça alucinógena para confundir Majjin, mas este curtiu demais a lombra. Então CGui arremessou o Cracknir, porém, Majjin se mostrou digno e conseguiu segurar o lendário cachimbo.

CGui: VIIISH, manu! Cê conseguiu segurar o cachimbo!!! Que viiiiiiiiiiibe!!!!!
Majjin: Eita, que bagulho doido!

E os dois ficaram tragando o cachimbo, passando um pro outro.

Loco vs. Eunuco.

Evandro Loco, totalmente alcoolizado, atacou Eunuco e começou a enchê-lo de porrada. Eunuco não teve tempo de reação e recebeu todos os golpes desferidos.

Eunuco estava no chão, Loco ia dar o golpe final quando Eunuco gritou:

Eunuco: POR FAVOR, apenas salve meu HD de PUTARIA!!!

Loco: HD DE PUTARIA?! POR QUE TU DISSE ISSO?! O que isso quer dizer? Eu preciso deste HD!!!

Eunuco acertou Loco com uma garrafa de Kalena (sua kriptonita), deixando ele atordoado e com vontade de vomitar, lembrando do gosto daquela cerveja péssima.

Leo vs. Hellbolha.

Os dois estavam em um luta acirrada. Espada vs. Peixeira!

Léo: Não era pra você se juntar a eles! Nós éramos amigos!

Hellbolha: Desculpa, japonês, mas eles me ofereceram algo único: um copo de água gelada.

Léo: Eu não sou japoneeeeeeeeeeeis…

Hellbolha aproveitou o momento e o acertou com a Munhetaça direita da Desgraça!

King vs. Manhattan.

Como o Manhattan é um nóia e estava chapado de bala Juquinha, esqueceu completamente que tinha reconstruído o King horas antes. Esqueceu também que os Enxutos eram inocentes na história. Aliás, esqueceu até que dia era hoje! Por isso, usando seu poderes, ele transformou King em um rádio 3 em 1.

Godoka vs. Luc Luc.

Luc Luc e Godoka estavam para se atacar, mas, acidentalmente, eles tropeçaram e derrubaram o balde do Manhattan – que estava no meio da luta por motivos de puro roteirismo – derramando um liquido lisérgico que levou eles pra além dos sentidos, em uma viajam transcendental através das dimensões de pseudo-misticismo lisérgico Grant Morrisoniano, com citações a revistas de um tempo esquecido…

(Na verdade, os dois estavam apenas convulsionando no chão ao som de “Deixa os garotos brincá”, que estava sendo tocado pelo King, transformado em aparelho de som).

Zweist vs. Gruut.

Zweist chegou voando e atirou um raio paralisante no Gruut, para usá-lo como espeto prum churrascão.

Dadá vs. Tom.

Dadá tentou acertar Tom com um pé de cabra, mas atingiu o próprio pé.

Tom ainda estava com o anel de Pink Lantern descarregado, então partiu para o soco mesmo.

Flammer vs. Inferno.

Flammer correu em direção ao Inferno com seu lança-chamas. Inferno estava equipado com um pau de lavar gordo.

Coruja se cansou de ver esta briga sem sentido e, usando os poderes místicos adquiridos na última reformulação do personagem, paralisou todo mundo usando o tomo “Voz da Autoridade”.

JJota chegou ao alto de um morro de onde poderia ver todo o vale, onde a luta se desenrolava. Vinha empurrando a moto nos últimos quilômetros, pensando nas coisas que faria durante as longas horas de tortura, as quais submeteria Eunuco e Dadá por “esquecerem” de devolver o seu carro.

Ao ver a cena dantesca, com todos os Enxutos e SuperAmiches congelados, ele se aproximou do Coruja e, de dentes rangendo, murmurou:

Resultado de imagem para Batman e coruja

JJota: Eu ESPERO que você tenha uma boa explicação pra isto!

Coruja: Quem… JJota? Ora, vejo que você conhece os segredos recursais que anulam a maioria dos meus feitiços…

JJota: Sim. Aparentemente, tivemos os mesmos mestres!

Coruja: Vejam quanta petulância… Bem, caro colega, acho que, sendo assim, teremos que debater!

JJota manteve sua posição de guarda, enquanto se perguntava como o Coruja havia se tornado tão poderoso, enquanto ele ainda precisava usar uma corda pra escalar uma janela. “Será o Coruja um Truta?”, pensou o Buchada de Capa. “Por que os SuperAmiches atacaram os Enxutos? O que o Luc Luc e o Godoka estão fazendo rolando no chão, babando com sorrisos idiotas no rosto? A Arwen fez post Regra 13… Por que fui ouvir o Reverendo? Será que ele morreu? Nhé! Como autor da série, certamente ele irá se presentear com preparo e ser trazido de volta à vida antes do próximo capítulo… Ainda periga ele salvar todo mundo, DEPOIS que eu levar OUTRA surra, agora desse bando de Amiches… Hum, por que, eu me pergunto, não consigo me livrar da sensação de que existe um TRAIDOR entre os Enxutos?”

——————————————————————————————————————————————-

Essa história foi feita em parceria (brotheragem) com o Evandro e os SuperAmiches, Jota Jota e Reverendo. Desenhos mais que especiais do Evandro ‘Loco’! Obrigado pelo tempo que vocês perderam nessa mega-saga perdida (se bem que qual mega-saga não está perdida hoje em dia?).

Em “breve” a Parte 5!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1