Resenha do nono CD do Ayreon do músico holandês Arjen Anthony Lucassen e está lindo!

Ayreon é um projeto estilo metal/rock ópera, criado pelo músico e multi instrumentista Arjen Anthony Lucassen em 1995. Arjen gravou a grande maioria dos instrumentos e Ed Warby gravou a grande maioria da bateria, durante toda a carreira do projeto. Ayreon conta, em sua grande parte, histórias de ficção científica,  viagens espaciais, a criação da vida na terra e a condição humana.

O projeto se destaca pela quantidade de músicos famosos que já fizeram parte dos cds anteriores como Bruce Dickinson (Iron Maiden), Andi Deris (Helloween), Fabio Lione (Rhapsody, Angra), Ralf Scheepers (Primal Far), Timo Kotipelto (Stratovarius) e muitos outros.

Nesse novo cd, o nono da carreira, Ayreon convocou vocalistas de peso como James LaBrie (Dream Theater), Simone Simons (Epica), Floor Jansen (Nightwish), Hansi Kürsch (Blind Guardian), Tobias Sammet (Edguy, Avantasia), Tommy Karevik (Kamelot, Seventh Wonder) e Russell Allen (Symphony X). Todos esses já músicos trabalharam com Arjen em cds anteriores, e novos vocalistas como Tommy Rogers (Between the Buried and Me), Mike Mills (Toehider), Nils K. Rue (Pagan’s Mind), Zaher Zorgati (Myrath), Michael Eriksen (Circus Maximus), Paul Gilbert (Mr. Big – solo na música Star of Sirrah), entre outros.

Recomendação do Sorg

A história do The Source se passa antes do cd do Ayreon 01011001 de 2008 e conta a história de como as máquinas dominaram o planeta Alpha, planeta dos ancestrais da raça humana, e como alguns poucos sobreviventes conseguiram escapar e se adaptar à um novo planeta, perto da estrela de Sirrah, denominado posteriormente de Planeta Y.

Ayreon
Ayreon – The Source

Todos os vídeos, bem como todo o cd, estão disponíveis no canal do Arjen Anthony Lucassen:

The day that the world breaks down é a primeira música do cd e conta como os Alphas deram total controle do planeta para as máquinas, mas elas se voltam contra eles. Intensa, agressiva, é uma das melhores e mostra muito bem a pegada (ui) do cd, bem como todos os músicos. Fantástica!

Everybody dies é a terceira música. Catastrófica, mostra como alguns poucos escolhidos são obrigados a deixarem os planeta Alpha, já sem esperanças, prontos para salvar a raça Alpha da aniquilação total.

Planet Y is Alive! Uma das últimas do cd, conta com os sobreviventes, já adaptados com suas novas vidas, estão entrosados, nomeando o planeta como Y.

Resumindo:  The Source é o mais metal de todos os anteriores, com muito mais peso e menos progressivo. A sensação de devastação é nítida em cada música, assim como os novos sentimentos e descobertas. Um dos melhores da carreira do Ayreon, bem como o Universal Migrator Part 2 de 2000.

Nota 10!

Hellion Records irá distribuir aqui no Brasil no final de Maio.

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1