“Ai, que horror! Magérrima! Ui!”

Algumas críticas tem saído pelo mundo afora e sendo divulgadas na internet, dando conta de que o filme da Mulher-Maravilha (Gal Gadot) não é a bomba que muitos torciam esperavam que fosse. Sem perder tempo – e longe de esconder a empolgação – a Warner acelerou o marketing da produção, divulgando novos clipes e cartazes, um dos quais mostra aquilo que algumas pessoas vinham sentindo falta: a Mulher-Maravilha dando novas fronteiras ao termo “poder feminino”:

Os novos clipes seguem abaixo:

Recomendação do Sorg

.

Olha, eu quero ter esperança. Até agora, não digo que o pouco que vi me desagradou, mas tenho um pé atrás com material de divulgação bacana desde Homem de Ferro 3 (Iron Man 3, 2013). E com “críticas positivas” desde The Dark Knight Rises, de 2012. Mas, pelo fã de quadrinhos que sou, torço muito para que o filme da Princesa Diana de Themyscira marque um novo começo pra DC no cinema. Ah, e que a comparação dê o motivo para que a Warner deixe de ser muquirana e pague a rescisão do contrato do Zack Snyder!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1