DC-Super-Hero-Girls-website-launch_article_story_large

Ou ” o que aconteceria se a Mulher Maravilha fizesse um crossover com a Barbie”?

Literalmente.

Olá enxutos! Entre as muitas novidades da NYCC, a DC lançou um painel junto com a fabricante de brinquedos Mattel, mostrando sua nova aposto no público feminino/adolescente: DC Super Heroes Girls.

dc-superhero-girls-69999

Com uma série de webisodes (episódios direto para internet), a animação vai mostrar as aventuras da jovem Mulher Maravilha adentrando o mundo dos super heróis, não como a amazona badass que conhecemos, mas como uma adolescente vindo de Themyscera para “estudar” em uma acadêmia de heróis, dirigida por ninguém menos que Amanda Waller. Quem conhece outras séries nesse modelo, como Barbie, Winx Club ou Monster High, sabe que a dinâmica vai rodar em volta da vida no campus escolar, fazendo amizades, descobrindo suas habilidades e novos romances.

Recomendação do Sorg

102615521-DC-Super-Hero-Girls_5537ee21c01bd1.39734216.1910x1000

A série vai ter aMulher Maravilha como foco,  apresenta também suas amigas, Batgirl, Supergirl, Bumblebee, Katana, e pasmem: Arlequina e Hera Venenosa. Pois é. Duas vilões famosas do Batman agora serão “heroínas”.

A série é uma co parceria entre a DC , a Mattel, a  Random House Children’s Books e a LEGO. A DC entra com a licença dos personagens, a Mattel vai fazer uma linha de action figures, a Randon House vai vender livros e revistas, e a LEGO cenários e kits ambientados na série.

É obvio que DC Super Heroes Girls é uma série que tem todo um lado de marketing por trás. Sua criação obedece a questões mercadológicas, usa as principais personagens femininas da editora, e aposta no aumento da visibilidade do público feminino nos últimos anos. Temos as séries de TV da Jessica Jones e da Supergirl. Harley e Batgirl estão vendendo muito bem nos quadrinhos, e a Mulher Maravilha está no hype do vindouro filme. Tudo isso devidamente colocado para o publico alvo que será em breve um mercado consumidor dos filmes, e talvez das revistas.

dc-super-hero-girls

Não é errado! Vivemos em um mundo capitalista, tudo tem seu custo, e precisa dar algum lucro. Achei muito bacana essa iniciativa, e espero que ela dê bons frutos! E a estética da série é colorida, vibrante e com certeza vai dar certo!

Fiquem com os dois capítulos iniciais da série, e vamos ver se vai rolar um “Mr. Wayne” nela…

E vou ali!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1