Mais um estúdio que fará seu próprio serviço de streaming.

Olá, Enxutos, que também querem dominar o mundo!

A Disney deu mais um passo em sua jornada para a dominação mundial e anunciou que planeja lançar seu próprio serviço de streaming, após a empresa adquirir a parte majoritária da BAMTech, que também serve de plataforma para os serviços da HBO.

Os estúdios Disney querem lançar a plataforma a partir de 2019 já com Toy Story 4, Frozen 2 e o live-action de O Rei Leão. Além disso, a Disney pretende investir em produções exclusivas no formato de TV.

Com isso o Império do Mickey retirará seus títulos do catálogo da Netflix nos EUA, cujos assinantes terão acesso aos filmes da Disney no serviço até o final de 2019, incluindo todos os novos títulos, que estrearão nos cinemas até o final de 2018, de acordo com o comunicado oficial da empresa, que também garante continuar a fazer negócios com a Disney globalmente em muitas frentes, incluindo a Marvel TV, em andamento, mas até quando?

PARA VER TUDO ISSO LEGALMENTE, FUTURAMENTE SÓ NA “DISNEYFLIX”.
Recomendação do Sorg

A Disney também anunciou que criará um serviço sob demanda para conteúdo do canal a cabo ESPN. Ao menos nos EUA, a plataforma terá cerca de 10 mil horas de conteúdo ao vivo, regional, nacional e internacional por ano.

Todo mundo agora quer ter uma Netflix para chamar de sua, com isso a bolha do streaming só cresce, enquanto a Netflix perde cada vez mais a hegemonia nesse tipo de serviço, inicialmente barato e prático, hoje nem tanto. Parece que a boa e velha Pirateflix não desaparecerá tão cedo.

Eu quero mesmo é saber quando o SBT, a Record e a REDETV! lançarão seu prometido serviço de streaming, que disponibilizará a programação das três emissoras numa única plataforma. Não vejo a hora de poder ver o Fala que eu te escuto, o Superpop, o Chaves e o Sílvio Santos, falando e fazendo merda a qualquer hora e em qualquer lugar.

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1