A série mais odiada pelos nerds velhos e rabugentos!

Olá, Enxut@s, que, igual ao Batman, também não saem do armário!

A terceira temporada de Gotham retornou com capítulos inéditos no dia 24 de abril nos Estados Unidos e mostrou o início do treinamento de Bruce Wayne (David Mazouz) com o Ra’s Al Ghul (Alexander Siddig). Veja o trailer disso:

.

E em entrevista ao Digital Spy, o ator Robin Lord Taylor, que interpreta Oswald Cobblepot, o vilão Pinguim em Gotham, rebateu as críticas homofóbicas em relação ao seu personagem, que se declara apaixonado por outro antagonista da série, Edward Nygma (Cory Michael Smith), o Charada:

“Eu não vi ninguém histérico por conta de o Pinguim ter sido criado literalmente por pinguins ou pelo Coringa de Jack Nicholson ter matado os pais do Batman no filme de Tim Burton. Mas, então, quando introduzimos um arco LGBT, as pessoas argumentam que nos amam e amam o nosso trabalho, mas que ficam incomodadas por estarmos mudando a origem do personagem. Eu só posso dizer que essas pessoas são homofóbicas, suas atitudes são homofóbicas. Só isso.”

ISSO, SEGURA FIRME ESSE GUARDACHUVA, SEU SAFADO!
Recomendação do Sorg

Taylor também parabenizou Gotham pela coragem em introduzir o arco amoroso (Ui!) na série e, em paralelo aos comentários negativos, em função do interesse romântico dos vilões, outros espectadores comemoraram a investida em um relacionamento gay. Nas redes sociais, uma hashtag foi criada para a dupla: #Nygmobblepot, mistura dos nomes Nygma e Cobblepot.

“SAI FORA, PINGUIM! SEI QUE VOCÊ CURTE PEIXE, MAS EU SOU ESPADA!”

Eu assisto a essa série. Podem me julgar. Como não conheço o universo do Batman pelos quadrinhos, mas sim pelos filmes e animações, que já o mostraram de tudo quanto é jeito, essa série para mim é só mais uma versão alternativa disso tudo e não me ofende, ao contrário de muitos fãs das antigas, que acompanham as HQ’s.

O que me impressiona nessa série é ela ter sido anunciada como uma série sobre o Gordon, evoluindo para se tornar um velho de óculos e bigode, mas depois passou a mostrar a origem dos vilões do Batman e agora parte para mostrar a origem do próprio Batman! Sinceramente, acho que deveria ter sido isso desde o começo. Os Cuequinhas Verdes querem mesmo é ver o Morcego sendo o detetive e o ninjinha de merdas que ele é! #Pás

OU QUEREM MESMO É VER O BATMAN ASSIM. #ObrigadoZackSnyder

Quanto aos personagens LGBT da série, o que me incomoda é eles SÓ serem vilões assassinos e psicopatas! Se era para ter uma boa representatividade gay, acho que o Alfred seria o personagem perfeito para isso. Apesar de um mordomo homossexual ser um clichê, isso seria ofuscado pela ótima atuação de Sean Pertwee, que faz um Alfred fodão e bem sarcástico na série, além de mostrar um homem cuidando muito bem de uma criança órfã e traumatizada.

CUIDA DE MIM TAMBÉM, ALFRED, SEU LINDO!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1