Ou “Fim de Temporada”.

E como toda jornada tem seu final, chegamos ao nosso.

A edição começa há muitos anos no passado, no qual vemos um Joe Colton, ainda criança, assistindo numa TV uma história sobre o Sargenta Savage e de como ele lutou pela liberdade durante a guerra. Admirado com aquilo, Colton pergunta a sua mãe se ela o conheceu, e ela gentilmente conta que sim e que ele morreu para salvar não só a América como o planeta todo. Afirmando que ele foi o Homem Certo no Tempo certo.

Anos depois e o cenário muda para 2012, no momento que os Autobots salvaram Nova York da destruição causada pelos Decepticons. Vemos Scarlet conversando com Colton sobre o ocorrido, este mostra-se um pouco quanto triste e sentindo-se impotente, pois ele diz que aquela destruição poderia ter sido evitada. Scarlet fica curiosa com a afirmação, mas diz que nada na Terra poderia saber que aquilo ocorreria, mas ele responde que sempre tem alguém que sabe que aquilo iria acontecer, mas a pergunta era se agora alguém estaria ouvindo.

Todos sabiam.

Alguns meses a frente, dentro de um helicóptero de transporte, Colton encontra-se cercado por diversos Espectros, o qual luta para sobreviver. Pego pelo braço por um deles e prestes a morrer; sem saída Colton usando uma faca de combate, corta parte de seu braço e pula para a morte do veículo. Os espectros não se importando com ele, e nisso um deles transforma-se em Colton e diz que agora os Joes são deles.

Nascimento de Ironblood.

Uma semana após a sua dramática fuga, chegando a civilização no momento que Optimus Prime faz seu discurso de anexação da Terra ao Conselho dos Mundos de Cybertron. Colton, após de surrar alguns mal-encarados que o ameaçaram, pega o celular de um deles e liga para Krieger, dizendo que ele sempre esteve certo e que precisavam salvar o planeta dos cybertronianos. Semanas após a ligação, já em Kalistan, Colton encontra-se com Iron Klaw, seu benfeitor, o qual diz que precisam salvar o planeta e que o Talismã era a chave para isso, nesse momento Doutora X se comunica com eles, dizendo que ocorreu um problema com o laboratório aonde estava o artefato. O que nos leva…

Aos dias atuais, no topo da Torre Onyx em Buebos Aires, aonde enquanto ocorre uma intensa luta, Sargento Savage ainda em choque pela revelação de que o Barão Ironblood era na verdade Joe Colton. Savage com aspecto de decepcionado, diz que não podia ser, pois ele havia seguido os passos dele para se tornar um herói. Este responder apenas que ele o fez, e se tornou o Homem certo para aquele momento certo.

Dentro do prédio, vemos Centurion atacando Kup, e dizendo que ambos eram máquinas de destruição e por isso tinham que lutar. Na ala aonde estavam os humanos transformados em meio-espectros, Action Man tenta convencer Doutora X a mudar de lado, mas ela apenas atira em Bryce Chan para ter um pouco de privacidade. Em outro lugar no prédio, Blackrock ainda empalado pela espada de Storm Shadow, consegue se livrar e entrar em contato com o Talismã, para a surpresa da ninja. Skywarp, após destruir toda as defesas, pousa no prédio para ajudar seus companheiros, é recebido pelos Red Shadow que o derrubam. Enquanto Mayday é empurrada do prédio por um dos inimigos. Então usando o mesmo tentáculo, que a derrubou, como corda, impulsiona-se contra uma janela e assim entrar no prédio, e rumando para chegar até aonde está Blackrock junto com Storm Shadow. Blackrock então meio desnorteado, percebe que não está mais no prédio, mas dentro do obelisco, o qual ver a silhueta de uma figura conhecida.

O passado sempre cobra seu preço.

Kup tenta defende-se dos golpes de Centurion, tentando fazê-lo voltar a razão, mas irredutível acerta o velho soldado. De volta a sala dos transformados, Doutora X diz ao herói que usou uma arma atordoante em Bryce para ter um momento a sós. Action Man então dispara contra a Doutora, que se esquiva das balas e respondendo ao fogo não nota que o herói não estava mirando nela, as sim na trava que mantinha os transformados presos… dentro do Talismã, Blackrock dá de cara com seu criador Onyx Prime, que avisa que ele concluiu sua missão e agora seria destruído. Quando ele é salvo por uma versão criança de Mike Power, que havia tornado-se Um com o artefato. Enquanto isso no mundo real, a luta entre Centurion e Kup é interrompida pelo “Zerg Rush” dos transformados, além dele chegar para salvar uma ferida Mayday da investida da ninja furiosa.

No lado de fora, Savage descendo a porrada em Colton tenta convencê-lo a desistir daquela loucura e dizendo que os Cybertronianos não eram tão diferentes deles. O que deixa Colton furioso ao afirmar que eles matariam todos os seres humanos e, para surpresa de todos ali, o escudo sobre o prédio é destruído parcialmente, surgindo do rombo nada menos do que Metrotitan e Optimus Prime.

Skywarp avisa a Prime para ir atrás de Colton pois era responsável por toda aquela destruição desenfreada. Seguindo a informação de seu ex-inimigo, Prime parte em direção a seu objetivo. Colton consegue desvencilhar-se de Savage avisando de não seria o fim dele. Ao chegar na porta que dava ao interior do prédio, esta é arrebentada por uma multidão de transformados, atacando Prime com violência. Dentro do prédio Mayday e Action Man levando uma sova de Storm Shadow, quando são salvos por Kup ao entrar no melhor Estilo Wrecker fugindo dos transformados.

Do lado de fora as coisas não iam nada bem para os heróis. Com Colton ainda afirmando a Savage de que eles estavam fazendo aquilo pelo bem do planeta. Dentro do prédio a situação também não estava nada boa, quando respondendo aos apelos de MayDay Blackrock desperta. Explicando a ela ao assumir sua aparência cybertroniana que enquanto esteve dentro do Talismã ele pode compreender tudo que até então era desconhecido, desertando dentro dele a sua nova função a de Titan Master. Ordenando assim que Metrotitan para que disparasse um raio contrários aos efeitos iniciais do Talismã, e devolvendo todos os transformados as suas formas originais. Deixando Colton surpreso pelo que fizeram e negando-se a partir sem levar o objeto.

Dentro do prédio, a equipe restabelece-se do confronto, sem perceber que duas figuras conhecidas estavam perto do Talismã. Doutora X resgatando Storm Shadow, aciona o objeto ao teleporta-se com ele, atingindo Action Man. Mas antes de ser completamente atingido Centurion fica na frente dele aceitando seu destino a qual tanto negou, a de proteger pessoas inocentes. Sacrificando-se no processo. No lado de fora Colton e seus asseclas conseguem fugir de Prime e dos outros. Prime surpreso pelos humanos terem uma variação de teleportador que eles usavam, alegando ser perigoso nas mãos erradas. Savage restabelecendo do disparo que recebeu apenas concorda e se apresenta ao líder dos Autobots.

Regra nº 99 do bom vilão: Aquele que foge hoje volta para lutar outro dia.

Dentro do prédio a equipe inicial de Mayday, agora de volta ao normal agradece por ela não ter desistido deles, quando o corpo inerte de Centurion volta a vida, mas não como antes, já que agora quem o estava usando era a essência de Mike Power, tornando-se assim um híbrido de duas raças. A equipe então é interrompida por uma moça que procura por seu namorado que também havia sido transformado, e ao saber que ele havia sido morto no começo de tudo ela acaba em lágrima. Action Man sentindo-se culpado pelo ocorrido, alega terem tido uma vitória vazia por que nem todos puderam ser salvos. Mayday então avisa de que não aquilo é uma lição a ele, pois não se trata de vitórias pessoais, mas sim de proteger pessoas. Reforçando que fariam melhor da próxima vez, confirmando que a equipe ainda estaria junta para mais ação.

Em Kalistan, Colton é ajudado por Iron Klaw, enquanto Krieger afirma que graças aos Revolucionários, finalmente sabe como usar o obelisco que tanto deu trabalho para recuperarem. Colton cercado por seus companheiros, afirma que o momento é aquele, que iriam seguir os cybertronianos até seu planeta e que o Primeiro Impacto seria dado. Finalizando a edição com um gancho para o início da mini First Strike.

E assim começa o Primeiro Impacto.

E, com o sentimento de dever cumprido, John Barber nos entrega uma trama que apesar de confusa inicialmente (sim eu fiquei meio confuso), consegue evoluir até nos brindar com um encerramento excelente. Derrapadas foram dadas, como sempre ocorrem quando se tem no comando uma revista com diversos personagens temporários, ainda assim chegou sem danos ao final. A arte da edição ficando dividida por Ron Joseph e Fico Ossio, que apesar de estilos bem diferentes deram tudo de si nela. Fiquei até admirado por Ossio não cometer falhas de enquadramento durante as cenas de ação constante (e olha que não foram poucas).

Nota: 9/10.

Quem é Quem.

E, pela última vez (para a alegria ou tristeza), temos o velho álbum de figurinhas.

Onyx Prime – Lá pelos idos de 1999, a 3H Productions, uma editora pequena criada dentro do evento BotCon, criou o conceito dos 12 primordiais, numa histórica chamada Covenant. Nela somos apresentados os 12 Transformers baseados em signos, criados por Primus como “test-drive” para a todos os outros.

Os 12 Primeiros…

Cinco anos mais tarde, em 2004 na Transformers: Ultimate Guide, o conceito dos 13 Primeiros Transformers foi citado oficialmente. No início de tudo, Primus, para batalhar contra Unicron, criou os 13 Primeiros Transformers, sendo que um deles traiu Primus sendo conhecido desde então como The Fallen.

…que viraram os 13 Primeiros.
Os 13 versão Ultimate.

Cada um deles recebeu vastos poderes e uma natureza a qual representam, seguido até hoje em diversas continuidades. Onyx Prime ressurgiu na linha recente chamada de Aligned (que abrange os jogos War/Fall of Cybertron, Rise of the Dark Spark, Transformers Prime, Exodus/Retribuition, Rescue Bots, RiD 2015, etc) no livro Covenant of Primus, representando a natureza além da vida orgânica. Na versão da IDW, Onyx Prime é líder de uma das 13 tribos antigas de Cybertron, quando estes viviam separados e em guerra.

Os 13 atuais.

Após a guerra de unificação, Onyx assim como os outros, partiu para colonizar outros mundos dentro do Metrotitan Chela. O qual chegou a um planeta florestal e criou de sua espécie. Logo após isso enviou um grupo numa nave para a Terra atrás do Enigma da Combinação, e como estes não retornaram, enviou Sorverigen. Em seguida deixou o planeta e nunca mais foi visto. Metrotitan – Oriundo da franquia japonesa Transformers Zone, surgiu nas páginas da revista TV Magazine em Agosto de 1990. Foi construido por Dai Atlas na lua de Saturno, Titan, como um massivo Autobot para auxiliá-los em sua guerra contra do Decepticons. Infelizmente ele muda de lado e passa a lutar contra os Autobots, sendo derrotado pelo Powered Master Roadfire.

Metrotitan de várzea ou um repaint safado.

.

Fall of Cybertron – Transformação de Metroplex, não é o Metrotitan, mas é a mesma coisa. XD

Na versão atual, Metrotitan faz parte de uma raça de Transformers-cidades, comandados pelos 13 Primes, com o objetivo de servir como naves colonizadoras, além de guardiões das centelhas que carregam para os mundos os quais foram enviados para colonizar.

O Exodus Colonizador.

Ele ficou durante milênios adormecido em Monument Valley na Terra, até Optimus Prime o despertá-lo quando decidiu anexar a Terra ao Conselho de Mundos de Cybertron.

Metrotitan despertando.

VOCÊ TAMBÉM QUER VER SEU TEXTÍCULO, IMORTALIZADO NO BDE? CAPRICHE NAS IMAGENS, DEIXE A LUÇ DE DADÁ GUIAR SEUS DEDINHOS E MANDE TUDO PARA OBAILEDOSENXUTOS@GMAIL.COM.

  • JackInDaBox

    Bom trabalho, Anubis!!
    Covenant >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> CDZ (?)

    • Anubis_Necromancer

      Coisa de fã.
      Pegaram muito de Beast Wars.

  • Commissar Holt

    boa resenha

  • starscream2

    Boa resenha Anúbis (mais uma vez)!

    • Anubis_Necromancer

      Obrigado, agora que finalizei isso, talvez parte para escrever Revolution, ou me sodomizar escrevendo sobre Robotech da Titan Comics…

      Será que aceitam resenhas de My Little Pony…

  • Cristiano Nobre

    Parabéns pela resenha. Fiquei com dor de cabeça de tanta coisa mas valeu.

    • Praticamente uma sequência de ação dos Transformers do Michael Bay.

      • Anubis_Necromancer

        Michael Bay não faria algo assim…
        Agora o Zack Snyder com as cameras lentas dele sim XD
        (Como seria um G.I. Joe dirigido por ele…)