Bem lavamos nos novamente. Hoje temos Justiça Jovem Ep: 7 – A NEGAÇÃOCaso você queira ver mais do DCAU é só clicar aqui e ir conferir. 

Sinopse: Kent Nelson visita Madame Xanadu e é sequestrado por Abra Kadabra. A equipe é enviada à Torre do Destino para encontrar Nelson e impedir que o capacete do Doutor Destino caia nas mãos de Abra Kadabra e de Klarion the Witch Boy, o que força Kid Flash a deixar seu ceticismo de lado.

 

Bem cambada, vou deixar aqui um resumo de quem são os Lordes do Caos. Catei na Wikipédia:

Os Lordes da Ordem e do Caos são uma raça fictícia de poderosos seres mágicos que aparecem em quadrinhos da DC Comics. O Caos e a Ordem vem se confrontando a éons em batalhas cíclicas. A Ordem serve para dar sentido ao Caos; o Caos, para quebrar a monotonia da Ordem. A fim de cumprir seus propósitos, os Lordes costumam possuir um hospedeiro ou dar poderes a um agente. Eles também podem criar corpos para si, mas se forem destruídos nesse estado, precisam de dez anos para formar um novo corpo.

Os lordes da Ordem, em suas formas originais, são descritos como padrões de luz e formas ordenadas, ao passo que os Lordes do Caos não tem um padrão exato: podem ser grotescos monstros, pedaços de bonecos animados ou qualquer coisa, geralmente disforme.

Na mini-série cult Kid Eternidade, Grant Morrison utiliza-se de uma visão próxima ao Hinduísmo e define que os Lordes são seres que se despreenderam “daquele estado puro indescritível” (Deus) e cairam em direção à manifestação (o Universo em formação). Enquanto os Lordes do Caos buscam criar um paraíso terrestre alimentando o caos e, assim, forçando a evolução, os Lordes da Ordem esqueceram-se de sua origem e acreditam ser guardiões do status quo, tendo o dever de manter as coisas estáticas. A versão de Morrison é desconsiderada na cronologia oficial.

Algumas imagens da Madame Xandu, e um pra que fazer isso do Homem de sei-la-oque-PAPEL?

  • eu cretino

    legal era quando rapina e columba eram agentes da ordem e do caos

  • eu cretino

    legal era quando rapina e columba eram agentes da ordem e do caos

  • O que era maneiro nesta série era ver estes jovens personagens da equipe interagindo com os outros integrantes do UDC (alguns destes personagens eram até bem obscuros e que nunca foram realmente aproveitados em outras séries da DC). Em cada episódio, estes personagens vão provando a sua importância e relevância… o que culmina numa 2ª temporada fodádástica, que mostra ainda mais a integração destes personagens com a Liga da Justiça. Parabéns pelo pote!!!

    • Felipe P. Silveira

      Foi uma pena eles terem de apreçar o fim da segunda temporada (e obviamente de não ter uma terceira).

      • Podes crer… a segunda temporada foi muito boa e uma terceira ia ser muito foda depois do desfecho da segunda temporada.

      • Vdomiciano

        Se aumenta os custos de produção e num vende bonequinhos eles cancelam independente da qualidade – vide Thundercats

        • Felipe P. Silveira

          Também, os inteligentes fazem bonecos voltados para o publico colecionador, ai não vende mesmo!

          • Vdomiciano

            Na verdade quis dizer de bonecos de loja comum – tipo padrão Max Steel – pro publico geral mesmo. Se num tem apelo de marketing pra brinquedos e merchandising (roupas, material escolar, dvds) eles cancelam.

        • E aí entram aquela Titans Go para a moleKadinha deXcolada. Pelo visto, deve estar vendendo bem…

          2014/1/24 Disqus

        • Arilus

          É um pouco mais complicado que isso também. A Warner mandou muito mau no marketing de Justiça Jovem, e de Lanterna Verde (e presumo que nos Thundercats também). Não se encontrava merchandising das séries em lugar algum, e isso não era só no Brasil não. Quando as séries foram canceladas, uma galera enorme se manifestou quanto a isso, em todo lugar em que eram exibidas. A base de fãs dessas séries era muito fiel, mas não tinha como demonstrar isso. O pior disso tudo é ouvir a entrevista que o Paul Dini concedeu ao Kevin Smith, e ver como a Warner está totalmente sem foco e não sabe lidar com o demográfico que suas séries alcançam, principalmente quando elas alcançam um público além do que eles esperavam. Parece que a Warner não tem a menor noção de como tirar vantagem disso.

          • Bunda Malvada

            Não, cara.

            O “marketing” de YJ teve a mesma força que o marketing de qualquer outro desenho da CN. O que pegou é que o público de YJ não era do tipo que comprava bonequinho infantil. Era adolescentes, adultos, e uma MINORIA criança. isso que pegou.

          • Arilus

            Acho que não. Eu mesmo não vi produto nenhum de YJ nas prateleiras. Dvds só avulsos, sem nem fechar uma temporada. E isso foi algo global, todo fã de YJ na net reclamou da falta de produto. E seu argumento só prova que a Warner não sabe focar no público que ela atinge, o que é um problema para um empresa desse porte.

          • Bunda Malvada

            Amigo, a Warner só fazia a série. Quem dizia se ia pra frente ou não é a Cartoon. Infelizmente, ela disse não.

  • O que era maneiro nesta série era ver estes jovens personagens da equipe interagindo com os outros integrantes do UDC (alguns destes personagens eram até bem obscuros e que nunca foram realmente aproveitados em outras séries da DC). Em cada episódio, estes personagens vão provando a sua importância e relevância… o que culmina numa 2ª temporada fodádástica, que mostra ainda mais a integração destes personagens com a Liga da Justiça. Parabéns pelo pote!!!

    • Felipe P. Silveira

      Foi uma pena eles terem de apreçar o fim da segunda temporada (e obviamente de não ter uma terceira).

      • Podes crer… a segunda temporada foi muito boa e uma terceira ia ser muito foda depois do desfecho da segunda temporada.

      • Victor Domiciano

        Se aumenta os custos de produção e num vende bonequinhos eles cancelam independente da qualidade – vide Thundercats

        • Felipe P. Silveira

          Também, os inteligentes fazem bonecos voltados para o publico colecionador, ai não vende mesmo!

          • Victor Domiciano

            Na verdade quis dizer de bonecos de loja comum – tipo padrão Max Steel – pro publico geral mesmo. Se num tem apelo de marketing pra brinquedos e merchandising (roupas, material escolar, dvds) eles cancelam.

        • E aí entram aquela Titans Go para a moleKadinha deXcolada. Pelo visto, deve estar vendendo bem…

          2014/1/24 Disqus

        • Arilus

          É um pouco mais complicado que isso também. A Warner mandou muito mau no marketing de Justiça Jovem, e de Lanterna Verde (e presumo que nos Thundercats também). Não se encontrava merchandising das séries em lugar algum, e isso não era só no Brasil não. Quando as séries foram canceladas, uma galera enorme se manifestou quanto a isso, em todo lugar em que eram exibidas. A base de fãs dessas séries era muito fiel, mas não tinha como demonstrar isso. O pior disso tudo é ouvir a entrevista que o Paul Dini concedeu ao Kevin Smith, e ver como a Warner está totalmente sem foco e não sabe lidar com o demográfico que suas séries alcançam, principalmente quando elas alcançam um público além do que eles esperavam. Parece que a Warner não tem a menor noção de como tirar vantagem disso.

          • Bunda Malvada

            Não, cara.

            O “marketing” de YJ teve a mesma força que o marketing de qualquer outro desenho da CN. O que pegou é que o público de YJ não era do tipo que comprava bonequinho infantil. Era adolescentes, adultos, e uma MINORIA criança. isso que pegou.

          • Arilus

            Acho que não. Eu mesmo não vi produto nenhum de YJ nas prateleiras. Dvds só avulsos, sem nem fechar uma temporada. E isso foi algo global, todo fã de YJ na net reclamou da falta de produto. E seu argumento só prova que a Warner não sabe focar no público que ela atinge, o que é um problema para um empresa desse porte.

          • Bunda Malvada

            Amigo, a Warner só fazia a série. Quem dizia se ia pra frente ou não é a Cartoon. Infelizmente, ela disse não.