return02

E talvez um dos maiores plot twists da história dos cinemas.

Esses dias eu estava conversando com o Sorg, Eunuco e o Majjin sobre quais caminhos a gente achava que o JJ Abrams irá tomar em seu novo filme do Star Wars: O Despertar da Força, mas mais importante de tudo: Queremos saber aonde Luke Skywalker vai se encaixar nessa trama e porque do mistério em mostra-lo nos trailers… E a resposta pareceu bem mais óbvia do que a gente imaginava:

Luke cedeu do lado negro da força. (Lado obscuro é o meu ovo esquerdo)

Como assim, Mói? Explica essa porra direito!? Apresentarei a minha defesa:

Recomendação do Sorg

Então… Voltando um pouco no tempo, mais precisamente em Império Contra Ataca e mais precisamente ainda no ponto chave do filme em que Luke vai para Dagobah para encontrar um suposto Mestre Jedi que ainda estaria vivo. Desde o primeiro momento em que Luke apresenta o desejo de ser treinado e se tornar um Jedi, Yoda é totalmente contra e relutante, afinal de contas, Luke estava velho demais para receber o treinamento adequado… MUITO mais velho do que Anakin quando Qui-Gon o adotou como aprendiz… Onde que aquilo levou mesmo?

Vader-Ani

Yoda sabia que Luke estaria trilhando os mesmos caminhos de seu pai e afirmou isso com todas as letras quando Luke disse que precisava parar seu treinamento no meio para salvar seus amigos em Bespin. Yoda sabia que Luke cederia ao lado negro. Mais do que isso, o trecho da caverna onde Luke enfrenta Darth Vader e vê seu rosto dentro do capacete também pode ser considerado um indício de que Luke estaria indo pelo mesmo caminho de Anakin. (Ou é claro, o fato de que posteriormente ele descobriria que Darth Vader é o seu pai, mas ainda acho que a teoria anterior é melhor).

Discurso na íntegra:

Somente um Cavaleiro Jedi plenamente treinado, com a Força como aliada, conquistará Vader e seu Imperador. Se você parar seu treinamento agora… Se você escolher o caminho mais rápido e mais fácil, como Vader… Você se tornará um agente do mal.Lukechoke2

Agora avançando um pouco no tempo, mais precisamente no inicio do Retorno de Jedi. Vocês se lembram como Luke entra no Palácio de Jabba, o Hutt? Não?

Além de estar todo de preto, o que poderia (ou não) significar que Luke já não é está mais trilhando no caminho da Luz – digo isso pela própria mitologia da série de filmes, onde os caras malvados sempre usaram preto – Luke mata os dois guardas usando o Enforcamento pela Força, uma técnica utilizada muito por agentes do Lado Negro.

Avançando um pouco mais, para a luta final de Luke e Vader… O Imperador consegue achar a fraqueza de Luke – o fato de ele precisar defender seus amigos a qualquer custo – e fica só jogando lenha na fogueira o tempo inteiro, dizendo que o único jeito de Luke vencer Vader seria se entregando ao seu ódio e a sua raiva. Como é mesmo que Luke ganha do Darth Vader? Transformando o seu Sabre de Luz em um Porrete de Luz, se não estou enganado.

Avancem para 1 minuto e 40 segundos.

Okay, aí vocês vão me dizer em seguida que Luke olha para a mão robótica dele e consegue se ver seguindo o mesmo caminho do pai e ainda diz que nunca irá para o lado negro e tal…

Nunca. Eu nunca vou passar para o lado negro. Você falhou, Vossa Alteza, sou um Jedi, como meu pai antes de mim…

Espera aí, cacete… “Como meu pai antes de mim…” Como seu pai antes de você? Seu pai? Aquele cara que chacinou uma porrada de criancinhas, mulheres e boa parte do futuro da Ordem Jedi?  Tu é um Jedi COMO ele???

Acaba que no final das contas o único jeito que Luke conseguiu para ganhar de Vader foi realmente cedendo ao ódio e raiva e por consequência, o lado negro… Como Yoda afirmou que aconteceria.

Mais alguns adendos sobre o final piegas criado em O Retorno de Jedi. Segundo este artigo do Los Angeles Times:

Tínhamos um esboço e George mudou tudo”, disse Kurtz. “Em vez de um final amargo e pungente ele queria um fim eufórico, com todo mundo feliz… O final preferido de Kurtz mostrava a força rebelde destroçada, Leia lidando com suas novas obrigações de rainha e Luke indo embora sozinho, como Clint Eastwood nos seus spaghetti western.

Ainda nessa matéria:

“Eu via para onde as coisas estavam caminhando”, disse Kurtz. “O negócio dos brinquedos começou a sustentar o império [Lucasfilm]. É uma pena. Eles ganham três vezes mais dinheiro com brinquedos que com filmes. É natural tomar decisões para proteger o negócio dos brinquedos, mas não é o melhor quando se trata de filmes de qualidade”

Ou sejE… Era sim para o final ter sido um pouco mais sombrio, corroborando com o fato de que Luke teria sido de fato seduzido pelo Lado Negro da Força.

Vejam bem… Não estou afirmando que Luke se transformou em um Sith. Isso seria um pulo grande demais, até porque, ao meu ver, Jedis e Siths são muito parecidos… Onde Jedis se deixam ser ferramentas na mão da Força, vejo os Sith usando a Força como suas ferramentas, mas aí é uma questão para outra resenha… O que quero dizer de fato é que Luke Skywalker não é mais um Jedi, tampouco um Sith.

Luke Skywalker é um Jedi Negro, como visto em muitos livros e quadrinhos do Universo Expandido de Star Wars.

É possível que Luke tenha ficado lelé da cuca após ter ido para o Lado Negro – assim como o Mestre C’Baoth da Trilogia Thrawn – afinal de contas, Luke não tinha o treinamento completo nas artes Jedi.

E é justamente por esse motivo que eu acho que nós não vimos o Luke nos trailers de O Despertar da Força. Acho que iremos presenciar um Luke tendo que lidar com as dificuldades que suas escolhas acarretaram, como por exemplo: Ter acolhido alguém como aprendiz e justamente por não ter todo o conhecimento necessário para ser um Mestre, este seu aprendiz se tornar algo incontrolável… Este sim, se tornando um Sith. Tipo…

Star-Wars-The-Force-Awakens-Kylo-Ren

Só dia 17 para sabermos… Só dia 17…

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1