Eu estou seguro o suficiente da minha masculinidade para fazer este post.

Chuchus, muitos de vocês devem – ou não – lembrar de uma época onde o Cartoon Network, depois de transmitir muito os desenhos clássicos da Hanna-Barbera, começou a produzir conteúdo novo. Eram os Cartoon Cartoons, que nos trouxeram coisas como Laboratório de Dexter, A Vaca e O Frango, Johnny Bravo, e As Meninas Superpoderosas. As Meninas, criadas por Craig McCracken, eram 3 garotinhas em idade pré-escolar com poderes de Superman que comiam na porrada os vilões que atacavam sua cidade Townsville.

Acontece que foi anunciado no ano passado que uma nova série vem aí (teve até um mimimi porque não chamaram as dubladoras originais), em abril de 2016, com premiére na América Latina, veja você! E também apareceu a nova abertura, cantada pela banda Tacocat (quem?). Vamos ver?

Tem um clipe do primeiro episódio também, com a Docinho chutando bundas:

Recomendação do Sorg

O Cartoon Network também fez diversos teasers com personagens de seus outros desenhos.

Vou ser curto e grosso: Meninas Superpoderosas é foda e se você discorda, você está errado. Os personagens são ótimos, os vilões são marcantes e a série é engraçada pra burro. Além de ter sacadas ótimas, ela lidava com temas como feminismo e famílias alternativas anos atrás. O episódio delas debatendo com os Amigos da Justiça sobre não poderem entrar no grupo, porque são meninas é um clássico: quando perguntada quem em casa fazia a comida e lavava louça, elas sempre respondiam que erao o papai, o professor Utonio, e o misógino Major Glória ficava sem ação.
Toma aí o episódio das “falsas” Meninas Superpoderosas, porque sim!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1