Morre Stan Lee, um dos arquitetos do Universo Marvel

0
212

Esperado, porém chocante…

Com pesar, o Hollywood Reporter confirmou a morte de Stan Lee, escritor, roteirista, editor e o cara que precedeu sujeitos como Joe Quesada, Dan Didio e Grant Morrison na arte de “vender” para os leitores suas histórias e personagens. O falecimento do sujeito que, ao lado de artistas do calibre de Jack O Rei Kirby, John Buscema, John Romita e Steve Ditko, dentre outros, criou o hoje mundialmente conhecido Universo Marvel foi confirmada pelo advogado Kirk Schenck, que representa JC Lee, filha de Stan.

Lee parecia não estar bem, principalmente desde o falecimento de Joan Lee, sua esposa por longo tempo, ocorrido em 2017. A polícia de Los Angeles estava investigando se o escritor, de 95 anos, estaria sendo vítima de abuso. Ele também foi acusado de assédio sexual por membros da sua equipe de enfermeiras. Além disso, havia boatos de que ele estaria tendo o seu patrimônio – avaliado em torno de 70 milhões de dólares – aos poucos controlado pela filha. Mais aqui.

Sinceramente, não tenho como continuar o post, apesar de saber todo o lado safadinho de Stan. É como ver um dos últimos gigantes partir deste mundo. Homens que pegaram aqueles bobos gibis infantis com heróis coloridos, feitos para agradar as crianças e serem descartadas em latas de lixo de metrô, e começaram a transformá-los em algo maior, não apenas como arte plástica, mas também como um canal viável para contar grandes histórias. Eles abriram o caminho para que um dia tivéssemos histórias feitas por pessoas como Alan Moore, Frank Miller, John Byrne, Neil Gaiman, Garth Ennis, Tim Sale, etc.

Como um velho fã de quadrinhos – principalmente de super-heróis – me despeço com lágrimas nos olhos do velho Stan. Agradecido pela sua colaboração ao engrandecimento desta mídia e por ter ajudado a criar alguns dos meus personagens favoritos, entre eles o Homem-Aranha, os X-Men e o Quarteto Fantástico (que, infelizmente, hoje andam distantes de terem no papel histórias tão boas como já tiveram um dia). Que, onde você esteja, encontre a boa e velha “redação” (embora, na verdade, quase ninguém trabalhasse lá além do próprio Stan, de sua secretária, Flo Steinberg, e de seu irmão, Larry Lieber) e já esteja com seus velhos parceiros, elaborando novas histórias e criando novos personagens. E, claro, escrevendo mais um dos seus Bullpen Bulletins.

Excelsior. 

 

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1