É muito empoderamento e muita lacração para uma personagem só!

Olá, Enxut@s, que também lutam contra o patriarcado opressor!

Greg Rucka, o roteirista atual da HQ da Mulher-Maravilha, falou ao Comicosity sobre a sexualidade da personagem:

“Tivemos uma longa história de pessoas que, por várias razões, só apontavam o dedo para as Amazonas e as chamavam de homossexuais. E, quando você começa a pensar no conceito de Temiscira, a resposta é: ‘como elas não estão em relacionamentos entre si?’ Não faz sentido pensar diferente. A ilha Temiscira é supostamente um paraíso. Você deveria viver de forma feliz. Você deveria ter a chance de ter um parceiro em um contexto no qual as pessoas podem viver felizes e parte disso é poder se relacionar de forma romântica. E lá a únca opção são mulheres. Uma amazona não olha para a outra e diz ‘você é gay’. Elas não fazem isso. Esse conceito não existe. Ela precisa ter feito isso. Se não, ela deixa o paraíso apenas pela possibilidade de um relacionamento romântico com Steve Trevor e isso diminui sua personagem. Isso machucaria a personagem e tiraria seu heroísmo.”

E em entrevista para a Variety, Gal Gadot, a Mulher-Maravilha do cinema, comentou essas declarações do roteirista:

“Não é algo que exploramos no filme. Isso nunca surgiu na mesa, mas, quando falamos teoricamente sobre as mulheres em Temiscira e quantos anos ela passou lá, o que ele disse faz sentido. Nesse filme ela não tem nenhum relacionamento bissexual, mas não é sobre isso. Ela é uma mulher que ama as pessoas pelo que elas são. Ela pode ser bissexual, ela ama as pessoas pelo coração delas”.

Além dessas declarações polêmicas, que não deveriam mais ser, nos dias de hoje, para celebrar os 75 anos da criação da Mulher-Maravilha, a ONU homenageará a personagem, nomeando-a embaixadora honorária, no lançamento de um novo plano global de desenvolvimento sustentável voltado para o empoderamento das mulheres e das garotas.

O anúncio oficial será realizado em um evento na sede da ONU em Nova York no dia 21 de outubro. A cerimônia contará com a presença da presidente da DC Entertainment Diane Nelson e alguns convidados surpresas, especula-se a participação de Gal Gadot e Lynda Carter.

Que foda! No universo da DC, a Mulher-Maravilha atua como defensora da paz, sendo embaixadora das Amazonas da Ilha de Temiscira, e agora ela fará isso de verdade como embaixadora das mulheres, graças ao símbolo feminino de força e luta que ela é.

Quanto a sexualidade da Maravilhosa é até meio óbvio falar que ela é bissexual. Ou vocês acham que a ilha de Temíscera é uma espécie de convento grego?

PARA QUEM JÁ PEGOU O SUPERMAN E AGORA ESTÁ NA PISTA, A PODEROSA SERIA UMA OPÇÃO.
PARA QUEM JÁ PEGOU O SUPERMAN E AGORA ESTÁ NA PISTA, A PODEROSA SERIA UMA OPÇÃO.

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1