BRIE LARSON, ESTUDANDO PARA O PAPEL.
BRIE LARSON, ESTUDANDO PARA O PAPEL.

Sim, ela será diferente no cinema.

Olá, Enxut@s, que não são o Capitão Evans, mas também captam a referência!

O CBM divulgou há algum tempo que, durante uma participação num podcast, Nicole Perlman, a roteirista do filme da Capitã Marvel, afirmou que a origem da heroína deve ser alterada em sua adaptação, por causa do Lanterna Verde:

“Não acho que já tive um projeto onde estive mais consciente do impacto que posso ter e da importância dele. Ela é uma personagem muito forte e Kelly Sue DeConnick fez algo incrível com o arco dela recentemente. Mas há uma coisa, se você for fazer uma adaptação literal dos quadrinhos, a história de origem dela é bem similar à do Lanterna Verde. E, obviamente, isso não é o que queremos fazer. Há muita reinvenção que precisa acontecer. Ela também tem uma personalidade própria e é uma grande personagem. Precisamos estar cientes do que já aconteceu em outros filmes da Marvel, para ter certeza que a história dela será algo único e divertido, e que também vai se encaixar nesse mundo que está acontecendo ao mesmo tempo. É uma história interessante, desafiadora e é bom ter uma parceira [Meg LeFauve]. Se tudo der certo, pode ser algo incrivelmente importante e também o filme de uma super-heroína divertido e com ação”.

Nos quadrinhos, Carol Danvers adquire seus poderes quando o guerreiro Kree, Mar-Vell, a salva de uma explosão, que acaba transferindo seus poderes para ela no processo. Algo parecido acontece com o Hal Jordan, quando um alienígena cai na Terra e passa seu anel de poder a ele.

Essa mudança possivelmente foi citada numa cena do recém-estreado filme do Doutor Estranho, onde Stephen Strange sofre o acidente de carro que estraçalha suas mãos. Nela, pelo telefone, um assistente de Strange passa uma relação de possíveis pacientes para o cirurgião. Depois de mencionar um coronel da Marinha, que sofreu uma fratura na coluna, usando uma “armadura experimental” (referência à queda de Jim Rhodey em Guerra Civil), o assistente sugere alguém que interessa Strange: uma mulher de vinte e poucos anos que foi atingida por um relâmpago, acidente complicado por um implante eletrônico no cérebro que a ajudava a lidar com esquizofrenia.

Recomendação do Sorg

Em entrevista à Empire, o diretor do filme, Scott Derrickson, fez mistério, ao ser questionado se era a Carol Danvers, citada ali:

“Tudo o que posso dizer é… talvez. Sobre isso vocês vão ter que esperar para ver…”.

Espera aí! A personagem se chama CAPITÃ MARVEL e ganhará poderes graças a um RAIO?! Só falta ela gritar “SHAZAM!” também! Querem diferenciá-la da origem do Lanterna, aproximando-a do Capitão Marvel da DC?! Que safadeza! BWAHAHA!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1