Não sou advogado, tão pouco conheço as leis ao ponto de afirmar categoricamente ‘dura lex, sed lex’ a plenos pulmões com alguns poucos ainda tem coragem de falar.

Vivemos um momento ímpar na Terra Média Brasilis. Orcs, elfos negros e necromantes andam as soltas com poucos (muito poucos!) elfos paladinos para enfrentar tamanho mal. A sombra paira, não mais como um sussurro distante a leste ou uma memória de uma lenda que virou mito, mas sim como parte do cotidiano de cada um de nós, seja nas Cidadelas Brancas ou nos afastados ermos de Rohan. Ao contrário do que muitos acreditam, o mundo não mudou, permanece o mesmo de sempre, entretanto mais, e cada vez mais, com suas áreas obscuras de interesses escusos viscerais sendo expostos a luz. E a ilusão de que a luz purifica e esteriliza o mal começa a desmoronar como a confiança de alguém a enfrentar um dos espectros do Anel.

77qkdxn8r52gqczkcp7ix1vvl

E o porquê desta ‘ infinitude de placitudes’, perguntam os poucos leitores destas mal digitadas palavras. Ora pois, meus caros, independente da legalidade ou de sua falta, recebemos a notícia (ainda em vigor, salvo ação dos Supremos Elfos) de que um Orc do baixo clero, alçado a um dos postos mais importantes da Terra Média Brasilis, optou por desfazer o processo de ‘impiximan’ da anã Barbuda Dilmin em prol de ‘placitudes’ ainda mais vagas do que a escrita deste vosso suposto escritor.

Creio que entrar no mérito sobre o real efeito da ação no processo como um todo seria no mínimo perder nosso tempo. Imaginar que Cunhazog, o Terrível, possa estar de alguma forma envolvido, é uma especulação interessante, mas infrutífera, afinal o ponto que gostaria de levantar é: O QUE ESTÁ FALTANDO PARA A POPULAÇÃO SE REVOLTAR DE VERDADE? Respondo: o de sempre. Educação. Alguém se importar de verdade. Os oligarcas de sempre notarem uma real ameaça ao status quo. Ou será que estamos eternamente deitados em berço esplêndido, sonolentos?

Ah, mas em junho de 2013 o povo foi às ruas, irão vociferar uns. Todo poder emana do povo e quando acordar, isso tudo acaba, falarão outros. Naquela época eu estava cético, agora então… ainda mais. Senão vejamos, o que mudou de lá para cá? A Lava Jato continuou, o que é um ponto positivo. E o que mais? Force a lembrança… meganhas presos. Isso. Excelente! Mas, sempre tem um, e os políticos? Ah, King, Cunhazog e Dilmin subiram no telhado. É verdade… e quem assume é o Temeril, um elfo emplumado, que fará o que? Colocará os mesmos de sempre no mesmo lugar de novo, novamente, mais uma vez.

Aí olhamos o reflexo do espelho que foi a votação do ‘impiximent’. Discursos eufóricos de pessoas desqualificadas, moralmente falando. Nem entro no mérito na qualidade dos discursos ou no exotismo de muitos, para não se tornar muito humilhante.

Vivemos em um eterno 7 x 1. A esperança perdeu para o medo. Não existe um futuro brilhante como destino da Terra Média Brasilis. Existe escuridão e terror sob o jugo da sombra. Não é fatalismo ou desânimo, afinal se vive um dia de cada vez. Apenas a realidade. Basta saber como dormir com um barulho destes…

E você sabe de quem é a culpa?

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1