A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar, terá um novo código de conduta.

Olá, Enxutos, que só dormem no sofá!

Recentemente o New York Times publicou que o produtor de Hollywood Harvey Weinstein sofreu várias acusações de assédio sexual nas últimas décadas. Responsável por longas como Pulp Fiction, Gangues de Nova York, O Paciente Inglês, Chicago, O Discurso do Rei, entre outros, Weinstein teria feito acordo com pelo menos oito mulheres. As acusações são de assistentes, funcionárias temporárias e atrizes.

Em comunicado ao site, o produtor pediu desculpas:

“Entendo que a forma como me comportei com colegas no passado causou muita dor e sinceramente me desculpo por isso. Enquanto tento ser melhor, sei que tenho um longo caminho a percorrer. Esse é meu compromisso. Minha jornada agora será aprender sobre mim mesmo e vencer meus demônios.

“A CARA DE UM BABACA”, O MAIOR FRACASSO DESSE PRODUTOR.

Após as acusações, o produtor foi demitido de sua própria produtora, a The Weinstein Company, e expulso da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, responsável pelo Oscar, que terá um novo código de conduta após o caso:

“Queridos membros, como vocês, o conselho da Academia está preocupado com o assédio sexual e o comportamento predatório no ambiente de trabalho, especialmente na nossa indústria. Acreditamos que nossa Academia tem um papel em promover uma atmosfera segura e respeitosa para os profissionais que fazem filmes. Para isso, estamos tomando medidas para estabelecer um código de conduta para nossos membros, que incluirá uma política para avaliar violações alegadas e determinar se uma ação em relação a ser um membro é necessária.”

Esse acontecimento está trazendo à tona vários relatos e acusações de assédio sexual em Hollywood.

HAJA SOFÁ EM HOLLYWOOD PARA TANTO ASSÉDIO!
Recomendação do Sorg

Terry Crews contou no Twitter sobre um caso onde até ele foi vítima:

“Essa coisa toda com Harvey Weinstein está me dando stress pós-traumático. Por quê? Porque eu passei por algo assim! Minha esposa e eu estávamos em uma festa em Hollywood, no ano passado, quando um executivo veio e simplesmente agarrou meus órgãos sexuais. Eu pulei e gritei ‘O que você está fazendo?’. Minha mulher viu e olhou para ele como se ele fosse louco. O idiota só ficou lá sorrindo. Eu ia acabar com a raça dele ali mesmo, mas pensei duas vezes e sabia o que iam pensar. ‘Homem negro enorme bate em executivo importante de Hollywood’ seriam as manchetes no dia seguinte. Só que eu provavelmente não poderia lê-las, pois estaria na cadeia. Então nós simplesmente fomos embora da festa. Ele me ligou no dia seguinte para se desculpar, mas nunca disse o motivo de fazer aquilo aquilo. Eu decidi deixar para lá, porque não queria perder minha carreira – é o que acontece quando o abusador está em uma posição de poder. Eu entendo e simpatizo com as mulheres que não falam nada por tanto tempo, mas Hollywood não é o único lugar em que isso acontece e Harvey Weinstein não é o único predador no mundo. Espero que, ao ter contado essa história, eu o faça desistir desse tipo de coisa no futuro.”

“AGARRA ESSA BAZUCA, FILHO DA PUTA!”

E sobrou acusação de assédio até para Kevin Spacey! Em entrevista ao BuzzFeed, o ator Anthony Rapp, que tinha 14 anos na época, afirmou que Spacey o convidou para uma festa em sua casa. Ao final da noite, ele teria pego o rapaz no colo, o colocado na cama e ficado em cima dele, avançando de forma sexual. Spacey tinha 26 anos. Prontamente o ator de House of Cards se manifestou no Twitter:

“Honestamente não me lembro desse encontro, que teria acontecido há 30 anos, mas, se eu me comportei como descrito, eu devo a ele sinceras desculpas do que foi um comportamento de bêbado completamente inapropriado […]. Como os mais próximos de mim sabem, na minha vida tive relacionamentos com homens e mulheres. Eu amei e tive encontros românticos com homens e mulheres ao longo da minha vida e decidi agora viver como um homem gay.

PORRA, FRANK UNDERWOOD!

Infelizmente o famoso teste do sofá parece ser comum no meio artístico e fora dele também. Finalmente as pessoas estão perdendo o medo de denunciar e espero que isso não pare mais. Quem tem o poder nas mãos pensará duas vezes, antes de usá-lo para benefícios sexuais. Pena que isso acontece apenas em países sérios, onde as leis funcionam, algo bem diferente daqui, onde maníacos sexuais atacam mulheres no transporte público e são soltos logo em seguida…

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1