Bom, se você acredita em milagres…

Bom, caros garotos e garotas (jura?), Ben Afleck, segundo alguns sites, já iniciou o treinamento para recuperar o físico necessário para, mais uma vez, viver o Cavaleiro de Gotham nos cinemas. Em entrevista à People, o ator – que também co-escreveu o roteiro e produzirá o longa – afirmou que gostaria de “colocar um pouco de humor” no personagem, mas que entende o quanto ele significa para os fãs.

“Eu fico gordo com esta roupa…”

Apesar de não estar entre os cotados para dirigir o filme do Flash, Kevin Smith usou o Twitter para dizer que conhece “um diretor que não deixaria passar a oportunidade”, numa clara referência a si mesmo e aos diretores Seth Grahame-Smith e Rick Famuyia, que abandonaram o barco. No entanto, a Variety cravou que Robert Zemeckis – diretor de De Volta para o Futuro (Back to the Future, 1985) e Forrest Gump, o Contador de Histórias (Forrest Gump, 1994) – seria o favorito para assumir o comando do mais desnecessário de todos os filmes da DC! Matthew Vaughn e Sam Raimi ainda estariam correndo por fora. Má sorte, Smith…

“Venimim, Warner…”

Em entrevista ao canal Perception, Kevin Feige, o presidente dos Estúdios Marvel, falou que não há planos para que o Quarteto Fantástico e, principalmente, Wolverine os X-Men façam uma aparição dentro do universo cinematográfico comandado por ele. No entanto, como salientou, Kevin também achava que as chances do Homem-Aranha aparecer nos filmes do seu Estúdio “eram muito pequenas”, logo, é bom não dizer “nunca”. Se quiserem, podem conferir a entrevista completa aqui.

“Caras, eu acredito até em crossover com a Liga da Justiça, se vocês quiserem.”

Sendo rápido e rasteiro, digo que acrescentar humor ao PERSONAGEM Batman é a receita certa para o desastre. Se realmente Affleck já começou a malhar, é sinal de que o tão esperado filme solo do Cavaleiro das Trevas deve longo entrar em processo de filmagem. Flash, reitero, é um filme completamente desnecessário, não apenas por ser um personagem que, pra mim, funciona – e bem! – apenas na dinâmica da Liga da Justiça, como membro de um grupo, mas também por já ter uma série de TV de relativo sucesso, o que diminui as chances de vermos algo interessante na telona. Especular trazer de volta Zemeckis – cujos grandes trabalhos estão cada vez mais distantes no tempo – mostra que a Warner, pra variar, não faz ideia do que quer pro personagem. Por fim, Feige continua o marqueteiro de sempre, falando o que o público quer ouvir. Acontece que não só parece que o acordo com a Sony que trouxe o Aranha para os filmes da Marvel não será renovado (ou seja, o personagem logo deverá “sumir” do universo cinematográfico da editora) como o relacionamento tanto da Casa das Ideias (ah,vá!) como da Disney com a Fox – detentora dos direitos para cinema e TV tanto dos mutantes como do Quarteto – é bem mais espinhoso que com o pessoal que está com o “passe” do Cabeça de Teia.

Live action dos X-Men com os Vingadores? Só se for assim…

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1