Rapidinhas: Tarantino, Deadpool, Operação Red Sparrow e o sucesso nos cinemas daqui no Carnaval!

0
375
"Querida, se até você ficou com sono FILMANDO, imagina o pessoal que vai ASSISTIR isso!"

E Charlize Theron salvando o post dia!

Quentin Tarantino pode ter seu acordo com a Sony cancelado por conta de declarações da atriz Uma Thurman de que ele teria colocado a vida dela deliberadamente em risco durante as filmagens de Kill Bill (idem, 2003), onde ela sofreu um grave acidente por negligência do diretor. A Sony ganhou a disputa para distribuir o novo filme de Tarantino depois que este rompeu seu longo relacionamento com os Weinstein por conta das denúncias de assédio contra Harvey Weinstein. Agora, o proejto, que deverá ser estrelado por Leonardo DiCaprio, pode estar em risco de procurar um novo distribuidor (o que não deve ser difícil, já que Paramount e Universal também estavam muito interessadas).

“Uma, se eu pedir desculpas, tá ok?”

Josh Brolin confirmou que Deadpool 2 (idem, 2018) passará por refilmagens. Segundo o site Omega Underground, o trabalho será em Vancouver, Canadá, e recebeu o singelo “apelido” de Daisy.

“Meu olho chega a brilhar!”

Operação Red Sparrow (Red Sparrow, 2018), novo filme de ação de Jennifer Lawrence, está sendo remontado para ganhar uma classificação menos restrita no Reino Unido. Fontes informam que uma cena, envolvendo tortura com um “garrote” (instrumento para estrangulamento), será extirpada da versão britânica do longa, garantindo assim que o mesmo possa ser visto por maiores de 15 anos. Ao que tudo indica, as cenas eróticas continuam todas lá!

E Cinquenta Tons de Liberdade (Fifty Shades Feed, 2018) foi o líder das bilheterias brasileiras durante o carnaval, batendo de longe A Forma da Água (The Shape of Water, 2018), de Guillermo del Toro: 19,5 milhões de reais contra 2,1 milhões. Claro que o fato do primeiro estar estreando ajudou – e muito! – nesta contagem. De toda forma, ele já garantiu uma arrecadação superior a 1 bilhão de dólares no mundo para a Trilogia Cinquenta Tons de Cinza, baseados em livros paupérrimos (eu posso escrever isso!) “escritos” pela senhora E. L. James. Assim, vemos que literatura ruim continua dando filmes lucrativos – e também ruins – para Hollywood: veja (ou melhor, NÃO VEJA) Como Eu Era Antes de Você (Me Before You, 2016) para confirmar.

“Amor, se você ficou com sono FILMANDO isso, imagina o pessoal que vai assistir…”

Por isso mesmo, e pra não estragar o fim de semana de vocês, vou colocar o trailer de Gringo – Vivo ou Morto! (Gringo, 2018), que deve ser muito mais legal que o 50 Tons aí (e, claro, Charlize Theron >>>>>>>>>> Dakota Johnson).

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1