Charles Xavier matou o Rei das Sombras e conseguiu escapar dos domínios do vilão no corpo de Fantomex. Adotando o codinome “X” e se unindo aos Surpreendentes X-Men, ele terá que enfrentar outra ameaça do passado.

Em Londres, Charles Xavier agradece aos X-Men pela ajuda. Vampira pergunta que diabos ele fez. Xavier pede para ser chamado de X, pois não sabe se ainda quer continuar sendo o “estimado Professor Charles Xavier”. Ele diz que sabe que eles têm perguntas, mas afirma que só responderam depois, pois o que importa, é que ele renasceu. Em seguida, ele ajuda o Arcanjo a controlar a sua fúria e impede que os aviões do Centro de Comando de Crises Super-humanas lancem as bombas que iriam esterilizar a área aonde estavam as pessoas (incluindo Bishop) ainda dominadas pelo Rei das Sombras.

X faz uma visitinha psíquica ao Centro de Comando, liberta as pessoas que estavam dominadas nas ruas e pelo o que eu pude entender, faz com que todos os militares envolvidos esqueçam o que houve. De volta aos X-Men, ele é questionado por Mística se tudo aquilo não é mais um truque do Rei das Sombras. X diz que ela sabe que não é um truque, pois ela o viu matar o Rei. Mística diz que começa a pensar se na verdade, não o ajudou a matar o Fantomex. X diz que Fantomex tá de boa no Plano Astral. Psylocke pergunta se ele não contestou nada e X responde que Fantomex viu aquilo como uma dádiva e que se quiser, ela pode ir ao Plano Astral perguntar para o cara, pois ele tem mais o que fazer ali. Psyloke pede para Vampira ficar de olho nele e mete o pé pro Plano Astral.

Psyloke questiona Fantomex sobre a sua escolha, pois Xavier é um telepata e poderia tê-lo manipulado mentalmente sem que ele percebesse. Ela diz ainda, que o Xavier que ela conhece jamais teria feito aquilo, mas este ficou muito tempo preso com o Rei. Fantomex responde que não sabe se libertar Xavier foi uma escolha que ele realmente fez, mas foi a escolha que ele deveria ter feito e que pode viver com isso. Fantomex diz que o Rei transformou o Plano Astral em um local de trevas e escuridão e talvez, ele possa preenchê-lo com luz e que ela poderia vir visita-lo de vez em quando para ver se ele está progredindo. Ela responde que talvez volte e lhe deseja boa sorte.

Em Londres, Gambit e o Velho Logan ficam com o cu na mão ao ver o Arcanjo se aproximar. Eles se preparam para porradaria, mas o Arcanjo os alcalma e avisa que agora, está no controle. Ele explica que uma voz na sua mente o ajudou e disse ser o Xavier. Os dois duvidam, mas Arcanjo afirma que sentiu como se fosse o Professor falando com ele, só que aparentava estar mais jovem. Logan diz que eles precisam encontrar os outros. Gambit diz que Xavier enganou a morte uma ou duas vezes, e se ele realmente voltou, pode ser algo bom. Logan responde que não sabe, mas diz que já morreu milhares de vezes e que em nenhuma vez voltou o mesmo.

Bishop olha para a bola verde no ceu e pede para o seu computador acessar a base de dados do fim dos tempos e procurar “Sol verde em Londres”. De volta para o telhado, Anjo, Gambit e Arcanjo se reunem aos X-Men. Na rua, o computador reporta à Bishop o resultado da busca: “Um sol verde em Londres no inicio do século 21 foi um potential incidente apocalíptico destruidor de mentes. Resultando na esterelização de Terras atravéz de 97 por cento das linhas temporais em que ocorreu”. De volta para o topo do prédio, X diz que está quase terminando de expurgar a infecção causada pelo Rei das Sombras, e que depois, poderão ir embora. Ele afirma que não foi simples encontrar uma maneira de voltar e teve que fazer algumas escolhas difíceis, mas agora que está de volta, tudo value a pena. Derrepentemente, a bola de energia verde explode, revelando que Proteus está de volta. Fim de papo e vámonos as análises.

Recomendação do Sorg

Charles Soule inicia o seu novo arco intitulado “Um Homem Chamado X”. Achei que a história fluiu bem e a todo momento, há a clara intenção de nos mostrar que esse “Xavier” não é o estimado professor de outrora e que há algo mais à ser revelado sobre a sua volta. Curti. Nota 6,5.

Seguindo o esquema de rodízio de desenhistas, a arte dessa edição ficou a cargo de Phill Noto. Eu curti o trabalho dele… desenhos limpos com proporções corporais e expressões faciais bem feitas. Nota 6,0.

Bem, Enxutada… taí a Resenha Enxuta de  Astonishing X-Men #07. O que acharam dessa edição? MIMIMIzem aê nos comentários. O que eu achei dessa edição? Bem legal… manteve o meu interesse em ler e a vontade de querer ler aproxima edição pra ver o que vai acontecer. Ah, sim: MAIS UM VILÃO DAS ANTIGAS DE VOLTA!!! PERCEBO UM PADRÃO!!!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1