Batman

Eis o Batman renascido. Mas quem é essa patota aí na capa? Descubram isso e muito mais nessa Resenha Enxuta.

Falaí meus caros Enxutos, Enxutetes, Trutas, DCnecos e fãs do Bátimã: vosmicês votaram na  revista da Morcega na Enquete Enxuta e aqui está resenha. Vamos lá?

Batman (2016-) 001-002
Capa variante com os inimigos do Bátima menos Os Coringas? PÓDI ÇIM ABIGUINHOS!!!

A história começa com um avião chegando a Gotham. Ele passa perto do Bat-sinal e isso nos leva a um telhado onde Batman e o Comissário Gordon estão mimizando sobre um ataque que aconteceu na semana passada ao Forte Marshal no qual foram roubados 3 mísseis terra-ar. Gordon diz que os rapazes dele tropeçaram com dois deles à uma hora atrás em um ataque a uma célula do Kobra. Eles perseguiram o terceiro, mas o perderam em algum lugar do Narrows e isso deixa um criminoso desesperado com uma grande e velha arma em algum lugar da cidade dele. Enquanto eles conversam, aquele avião do inicio da história é atingido por um míssil. Gordon fica atônito com o ocorrido, mas se recupera e quando vira pra falar com a Morcega, vemos a velha e clássica cena dele sendo deixado falando sozinho.

Batman (2016-) 001-005

Batman já está se movimentando pelas ruas de Gotham e mimizando com Alfred pelo Bat-comunicador sobre a situação do avião. Segundo Alfred, o avião tá todo fodido e vai cair na Praça de Gotham em seis minutos. Alfred alerta que é sábado à noite e a praça estará lotada e a perda de vidas será excepcional. Batman manda Alfred contatar a Liga Da Justiça e emitir um alerta direcionado à Hal e Clark. Batman diz que precisa do Duke e o rapaz entra na jogada e se coloca à disposição para ajudar apesar de ainda estar em treinamento. Batman pede que ele consiga informações do avião e do carro, pois ele precisa de um ângulo. Duke diz que não vai ser fácil. Batman responde que ele não precisa do fácil. Duke consegue as informações e segundo os cálculos, ele precisa saltar à 13 graus e fazer o salto em exatamente 53 segundos.

Batman (2016-) 001-008

52 segundo depois, Batman está posicionado para o salto. Alfred avisa que recebeu respostas automáticas da Liga e ao que parece, cagaram e andaram pra ele todos estão ocupados. Batman manda que ele retorne a mensagem dizendo pra eles que tá tranquilo, tá favorável e manda essa enquanto avua pelos céus em seu banco ejetado do Bat-móvel durante o salto: “Esta é a minha cidade. Eu vou salvá-la.”. Saporra mesmo, Morcega!!!

Batman (2016-) 001-010

Durante a subida, Batman fala pra Gordon mandar as equipes de emergência para a Baia de Blackgate. Gordon responde que aquele não parece ser o lugar para onde o avião está indo. Batman responde “Faz o que eu tô mandando, porra! Eu vou empurrar o avião pra agua.” (não com essas palavras, mas com o mesmo efeito).  “Espera, você disse empurrar (UI)? Onde você está?” – pergunta Gordon. EU TÔ ATRAIXXX DE VOSHEAAAMMMEstou no avião” – responde a Morcega. Batman instala dois jatos no lugar dos defeituosos (Batman com preparo é phoda!!!) e já sabe que vai passar bem perto de dois edifícios. Batman vai pro topo para guiar o avião e diz à Alfred que assim que ele conseguir estabilidade, acionar os dos jatos à 100%. Batman manda Alfred ativar o jato. O plano da Morcega dá certo, porém ele vai ajustando e corrigindo o curso durante o trajeto para não bater nos prédios.

Batman (2016-) 001-014

Durante o voo, Alfred conversa com Batman alertando que para que ele realize o seu intento, vai ter que “pilotar” o avião até a colisão no ângulo preciso e com isso, vai salvar milhares de vidas… mas não vai sobreviver. “Eu sei” – ele responde. Ao longe, alguém observa a cena ao lado do responsável pelo disparo do foguete. “Observe o relógio, Batman” – ele diz. Corta novamente para o Batman, que diz à Alfred que deixou mensagens para os garotos no caso dele morrer, pede que ele peça desculpas à Duke Thomas e que caso ele queira continuar o seu treinamento, Dick aquele viadinho Grayson é um professor tão bom quanto ele nunca foi.

Batman (2016-) 001-019

O ponto de impacto está próximo. Batman pergunta a Alfred se os pais dele estivessem vivos, eles estariam orgulhosos dele e se aquela era uma boa morte. “Sim, Patrão Bruce. Eles estariam orgulhosos. Tão orgulhosos quanto eu estou, senhor. Tão orgulhoso quanto eu sempre estive. Por favor, meu garoto, tenha a certeza de que… esta é… certamente… uma boa morte.” – diz Alfred. O avião toca a agua, mas ao invés do impacto violento, ele flutua suavemente. “Clark?”– murmura Batman. Não era o Clark. Duas pessoas flutuam à sua frente. “Batman, é uma honra e um prazer. Por favor, permita que eu me apresente. Eu sou Gotham. Ela é Gotham Girl. Esta é nossa cidade. E estamos aqui para salvá-la.” – diz o tal de Gotham. E esse é o fim dessa edição.

Batman (2016-) 001-022

Vámonos às analises: O roteiro de Tom King não empolga. Pode se tratar de uma primeira edição, mas eu esperava mais justamente por causa disso. A única parte que achei legal, foi nos preparativos para a sua eventual morte e a despedida “comovente” de Alfred. O resto, nhé. Eu disse no Zap-Zap do BdE e repito aqui: esse Tom King é muito superestimado. Nota 4,00.

A arte ficou à cargo de David Finch, com arte final de Matt Banning e cores de Jordie Bellaire. Ficou Ó… UMA BOSTA!!! O traço do Finch tá muito ruim. É serio, não gostei de nada no quesito arte. Nota 3,00 é bondade demais da minha parte.

Bem, é isso Enxutada. Taí a Resenha Enxuta de Batman #1 que apresenta o 1º capítulo do arco intitulado “Eu sou Gotham”. O que acharam dessa 1ª edição da revista da Morcega?  MIMIMIzem aê nos comentários e não se esqueçam de votar na Enquete Enxuta para eleger as 4 revistas que vocês querem ver aqui no Baile. See you later, bitches!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1