Enxutos, depois do recebimento de Dioniso, pela Editora Avec, outra obra de quadrinho nacional chega em minhas mãos. Vamos conferir qualé? Ah, caso você tenha memória curta, relembre o press release clicando AQUI.

Sem churrumelas, aos spoilers: a trama foca em Carlos, um policial raçudo carioca que perdeu sua noiva sob circunstâncias estranhas, sendo ele acusado de ser o autor do crime. Mas Carlos não descansará enquanto não resolver o sumiço de sua amada e, para tanto, vai atrás de Sapo, um traficante do Morro da Caveira, um complexo de favelas fictícias no Rio de Janeiro. O porém é a existência de uma lenda urbana no tal morro que se cruza com a busca frenética de Carlos.Carnívora - imagem divulgação (3)

Pois bem enxutos, o release da HQ prometia uma história de terror com relances policiais, right? Mas a história é outra e o que temos em Carnívora é uma trama policial com nuances de terror. Não que isso seja ruim mas decepciona que esperava a primeira opção. E já que estamos falando em decepção, vamos começar o mimimi: a narrativa começa bem mesmo com os personagens estereotipados a beira do clichê e dos diálogos um tanto quanto fracos. O porém se dá no meio da história pro fim. Ainda que o autor tenha colocado elementos sobrenaturais na história, é inegável a influência de Tropa de Elite na trama. Não que isso seja ruim mas, durante a leitura, a sensação de já vi isso em outro lugar não sai da sua cabeça. E sem spoiler mas o fim da narrativa é um balde de água fria no leitor. Os diálogos fracos ficam realmente ruins e a pegada mainstream do autor que até então era vista em um ou outro ponto da trama toma conta, com direito a personagem em pose massavéio e frases de efeito. Além disso, há uma sequência de quadros que explica o lado sobrenatural da história totalmente desnecessário para a mesma.Carnívora - imagem divulgação (5)

Entretanto, se de modo geral a narrativa deixa a desejar, a parte visual da HQ é sensacional, a começar pela belíssima capa. O miolo também não faz feio; Péricles Júnior é um excelente desenhista. Seu traço é muito bom e sua narrativa é ótima com quadros dinâmicos, tomadas cinematográficas e sequências de ação dignas de filme. As expressões dos personagens são bem condizentes com o momento em questão e a anatomia dos mesmos é livre de erros. Falando em anatomia, as mulheres que Péricles desenha são lindas mas há uma sexualização desnecessária nas mesmas. Ah, mas é uma HQ passada no Rio de Janeiro… Errrr, não. Essa desculpa não cola.Carnívora - imagem divulgação (1)

De extra, pouca coisa: alguns designs de personagens, o processo de criação das páginas e o estudo para a capa. Tudo muito tímido e em poucas páginas.Carnívora - imagem divulgação (capa)

De modo geral? É ok. Ao contrário da obra anterior que recebemos da Avec, os desenhos dessa vez valem mais que a história.

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1