banner

Mais uma hq eleita pelos Enxutos para ‘sofrer’ uma resenha é o prenúncio do ‘fim’. Ou não. Enfim, clica aê e confira a Resenha Enxuta – Cataclysm: The Ultimates Last Stand #1

Pois bem, caros Enxutos, para quem não sabe, ou não se importa, o Galactus do Universo 616 acabou sendo ‘transportado’ para o Universo Ultimate após os eventos de diversas viagens temporais em Age of Ultron. E assim, ficou-se um sentimento generalizado de que este evento seria o fim da linha Ultimate. Para maiores detalhes, clique aqui.

capa

Sem mais delongas, aos spoilers. A hq se inicia com o Aranha que vale atualmente conversando com seu amigo Ganke, caminhando nas ruas do Brooklyn. Enquanto Ganke questiona o porquê das pessoas não gostarem de super-heróis, inclusive o pai de Miles, dado que fazem o bem. Morales retruca dizendo que o receio maior deve-se ao fato de que, mesmo fazendo coisas boas, os heróis acabam usando máscaras e isso causa apreensão na população. Entretanto, o Afroneguim não está muito concentrado e quer conversar sobre uma visão que tivera há pouco tempo, onde vira um clarão e uma enorme criatura. Ganke inicialmente é cético em relação ao assunto, mas logo a coisa muda de figura, quando a criatura descrita pelo Morales surge no Brooklyn, causando pavor entre os transeuntes…

Recomendação do Sorg

1

A criatura começa a se mover e destruir. Morales fica atônito e não sabe como agir, afinal nunca vira algo daquela natureza. Diante do drama da população e sem ninguém para fazer nada, assume seu papel de herói. No entanto, há pouco a fazer. De longe, Morales começa uma perseguição e, quando começa a imaginar algo, Galactus para. Ergue suas duas mãos e um feixe de energia azul surge, causando uma onda de choque que a tudo destrói em seu caminho…

2

A primeira linha de defesa surge. A Diretora Monica Chang lidera um ataque com naves da SHIELD. Diante das medições, percebem ser um criatura cujo poder fora da escala e jamais enfrentaram antes. Disparam com tudo, mas apenas chamam a atenção de Galactus.

Em terra, Morales atua ajudando a salvar população dos resquícios da batalha. Um caminhão fora arremessado pela onda de choque e o Aranha salva Ganke e outros com sua teia. A SHIELD volta a carga e a Diretora e a população se questionam onde estão os heróis. Não precisam mais, Os Supremos finalmente aparecem.

3

Atacam com tudo, sem se conter. Thor e Pinga usam a força bruta. Um relâmpago gigantesco atinge a fronte do Galactus, seguido por uma rajada energética do Tony Cachaça. Ininterruptamente os heróis batem, intercalando golpes, golpes e mais golpes, culminando com o momento ‘clássico’ e massavéio: um SOCO do Capitão América nas fuças do Cabeça de Balde.

4

Claro, nada funciona. Isso somente deixa Galactus ainda mais irritado. Durante o combate, Tony Pinga solicita ao seu computador uma análise da origem de tal criatura. Apesar da demora, o computador apresenta um resultado energético que o Cachaceiro reconhece (leiam a Homens Aranha e saberão o por que). Galactus não é daquela realidade. E tem um objetivo claro: destruir tudo.

5

Comecemos as análises pelos rabiscos de Mark Bagley. E como é um artista ‘polêmico’, onde há algo na linha do ame-o ou odeie-o, creio que serei apedrejado, pois gostei do trabalho do cidadão nesta edição.  Pequenos problemas em expressões, mas conseguiu segurar bem a onda nas cenas abertas e com ação. Jason Keith (cores) e Andrew Hennessy (tintas), principalmente o primeiro, merecem também seu destaque. Não é excepcional, mas um trabalho bacana. Dá para o gasto.

O enredo é de uma simplicidade estranha ao que o Michael Bendis vem fazendo atualmente. Fora o início, onde o autor marcou terreno com seu habitual ‘humanismo’ dos personagens, daí por diante foi ação sem medidas. Não havia muito mesmo a explicar, tendo em vista que é mais ou menos de conhecimento da galera que acompanha as mensais da Marvel o que estava por vir. Como este é o clímax de algo desenvolvido desde a Age of Ultron, em um único capítulo, Bendis teve mais ação que algumas edições da All New X-Men.

Valeu ou não valeu? Depende do que você, caro leitor, espera. Se estiver vier nesta edição procurando algo mais denso, explicações ou desenvolvimento de personagens, melhor nem começar a ler. Volte e veja arcos anteriores. Agora, se já leu tudo o que tinha que ler, e está esperando mesmo ação desenfreada, está aí o que você queria. Eu esperava um pouco mais, entretanto foi divertido.

Nota 7,0

E a enquete da semana, non se esqueçam

 


 

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1