HOMEM PÁSSAROOOOO

Ok, agora você, criado a leite de soja e sem gorduras trans sabe de onde sai este bendito refrão. Enfim, vocês votaram e elegeram esta Future Quest para ‘sofrer’ resenha. Ué, não viu a primeira? Seus problemas se resolvem com um clique aqui.

RCO001_1469625649

Aos spoilers, como habitual. Edição #2. A hq se inicia no mundo dos Herculóides, onde Zandor e sua trupe enfrentam a bendita criatura destruidora de mundos. Com a ajuda de Space Ghost, a trupe vai encontrando dificuldades, pois até mesmo Gloop acaba sendo dominado pela criatura. Por fim, o bicho revela a forma como acabou naquele planeta, ou seja, abrindo vortex’eses no espaço-tempo, o que acabou implodindo seu corpo físico. Na implosão, Tundro usa seu corpo para proteger Zandor e seu filho, mas acaba ferido e sugado para o vortex, assim como o gorila que esqueci o nome e estou com preguiça de procurar (ok, Igoo). Por fim, Tarra, montada (ui) em Zok adentra o vortex para salvar os demais Herculóides, deixando Zandor, o moleque e Gleep para trás.

RCO011_1467816341

Voltamos então ao momento atual, onde Space Ghost enfrenta o grupo pop mineiro. As palavras mal saem da boca do Fantasma Espacial e este começa a desaparecer, apesar de uma preocupação inicial com Jan e Jane (a dupla de pirralhos que o acessora). J. Quest e sua trupe (Hadji, Bandit e um moleque genérico da última edição) descobrem a espaço nave caída do herói e lá dentro veem Jane, desacordada. Quando estão tentando retirá-lo, o macaco de estimação aparece do trio espacial e cria uma quizumba, mas Hadji, usando seus dons hindus de hipnotismo, consegue acalmá-lo. Novamente, na saída da aeronave, são surpreendidos pelos capangas do Dr. Zin e, novamente de novo, Banner aparece e os salva da emboscada, ganhando tempo para os moleques fugirem. Por pouco tempo. Afinal, a floresta está repleta de capangas da F.E.A.R. e novamente de novo mais uma vez são cercados, mesmo usando o dispositivo de camuflagem de Jane (ÇIM, eles ficam invisíveis). Quando tudo parecia perdido, eis que o HOMEM PÁAAAASSARO surge e salva o dia….

RCO019_1467816341

A ação não para, pois logo a seguir Birdman é atingido e incapacitado. O grupo pop mineiro novamente de n… ok, já entenderam. E desta vez quem os salva é o Dr. Quest em pessoa. Fechando a edição: Quest descobre o padrão de aparecimento dos vortex’eses, mas alega que Zin está com alguma informação privilegiada e está sempre um passo a frente. A edição termina com Dr. Zin contando seu plano maligno de dominação mundial com a criatura e colocando (eita) suas cartas na mesa. Se Quest possui Banner, Zin traz a tona Jezebel Jane.

RCO024_1467816341

Edição #3. Esta pode ser considerada duas one-shot do Homem Pássaro e dos Herculoides. No seu esconderijo, Ray Randall tem o costume de falar sozinho troca um lero com Vingador sobre um pergaminho qualquer de Ra em busca de compreensão de onde surgiram seus poderes. Toca um aparato telefônico e Randall se transforma no HOMEM PÁAASSSARO para evitar ter sua identidade descoberta.

RCO005_1469625649

Enfim, era uma missão da Inter-Nacional. O herói vai para pqp um lugar perdido onde a Agente Sumadi o espera. De fato, capangas da FEAR estão atrás de outro vortex que aparecera nas cavernas em Utah. O problema que a dupla descobre ser é que novamente é a tal criatura dominadora de mentes que agora ataca os vilões. E notadamente é Gloop agindo sob controle. O pau come solto e os vilões vão sendo absorvidos pela criatura até que Birdman decide agir em prol da vida dos capangas. No entanto, não é rápido o suficiente e somente consegue salvar um, enquanto Sumadi se desdobra para manter a criatura distante. No último momento, enquanto afastava o capanga para um lugar seguro, Randall retorna e salva a agente de ser controlada pela criatura. Em atitude desesperada, Birdman se afasta o suficiente e concentra todo o poder do Sol que Ra o concedera e ataca a criatura, destruindo-a. Exausto, mas a salvo, Sumadi recebe a ligação do Dr. Quest, nos remetendo novamente a edição #1.

RCO012_1469625649

Na segunda história, temos um breve descritivo de cada Herculoide, enquanto travam batalha contra alguns robôs.

RCO014_1469625649

Enfim, derrotados os vilões, torna-se a desculpa para contar a história de Zandor e Tarra. Pelo relato, ambos eram de outro planeta tecnologicamente mais avançado onde os robôs faziam todos os trabalhos. Entretanto, as pessoas reclamavam que havia necessidade de programação detalhada dos robôs, pois os mesmos não tinham autonomia. Diante deste quadro, o casal partira para o planeta dos Herculoides que é próximo. Lá descobrem o material orgânico mineral que dá poderes aquelas criaturas e levam de volta ao seu planeta natal. De posse destes materiais, os cientistas conseguem desenvolver IA das máquinas… e claro que dá errado: elas se revoltam e matam todos os ‘humanos’. A dupla consegue fugir para o planeta dos Herculoides.

RCO019_1469625649

Fechando. No dia seguinte, os robôs voltam e tentam destruir os Herculoids. Obviamente não conseguem, mas fica o gancho para a próxima edição…

RCO024_w_1469625649

Texto longo, análise curta. Foram diversos artistas que trabalharam estas duas edições e fica difícil elencar um a um seus defeitos e qualidades. Em linhas gerais, atendem bem o requisito de emular as animações originais e na média fazem isso com sucesso. Destaco mais o primeiro terço desta última história, onde o artista buscou ir um pouco além, ganhando mais detalhes e fluidez nas cenas. De resto, trabalho correto.

O enredo de Jeff Parker mescla de forma satisfatória a ação desenfreada e um equilíbrio na busca de um background dos personagens para os leitores pouco afeitos as suas histórias. Claramente trilha um caminho mais seguro de alguns clichês, mas notadamente por ser mesmo a melhor forma de juntar tantos heróis de realidades e momentos diferentes em uma mesma história.

Diante do desafio e quantidade de personagens, surpreendentemente é um massaveio ‘do bem’, buscando angariar os velhos e rancorosos e suas memórias afetivas juvenis. Pois é, estou enquadrado neste e curtindo esta leitura rápida, rasteira e saudosista.

Nota 7,5

E a enquete continua!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1