banner

Finalmente o fim do julgamento de Jean Grey…

Olá enxutos! Ocupando um lugar que geralmente pertence ao Kenga, resolvi me aventurar nas resenhas de mensais e lhes trago uma das poucas historias que ando acompanhando da Marvel. Com vocês, Guardiões da Galaxia #12!

imagem00

Recapitulando os últimos acontecimentos rapidamente, quando o Império Shiar soube que os jovens X-men tinham viajado no tempo, o todo serelepe Gladiador resolveu dar uma de político brasileiro e mostrar serviço com qualquer merda. Mandou sequestrar Jean Grey e leva-la a julgamento pelos crimes cometidos pela Fênix Negra. Isso forçou uma união entre os jovens X-men e sua atual tutora, Kitty Pride, com Peter Quill e seus Guardiões da Galaxia, para resgatar a ruiva sem sal da fúria do Punk sideral.

Recomendação do Sorg

Na edição #11,( que você vê a resenha aqui) vemos como os Guardiões souberam do ataque aos jovens mutantes, enquanto na edição #24 de All New X-men (cuja resenha está aqui) o grupo acaba contando com a ajuda dos Piratas Siderais, o que leva o jovem corno Scott Summers a encontrar com seu pai, a quem julgava morto. Agora as três equipes tem que enfrentar a Guarda Imperial Shiar para tentar libertar Jean Grye, e isso significa porrada!  Convicta de que é culpada pelos seus crimes, e que é o medo que move o Gladiador, Jean Grey aceita seu papel como a futura destruidora de estrelas. Mas ela não aceita que os Shiar tenham matado toda a sua família para impedir o surgimento de uma nova Fênix, logo, o coro canta na casa de nó, sem dó!

Guardians of the Galaxy v3 013-002

 

No desenrolar do combate, Jean tem uma conversa mental com Oracle, que lhe explica que ela desenvolveu um novo poder, ao combinar sua telepatia com sua telecinese. Agora ele é capaz de canalizar energia psíquica pura. Não é uma nova Fênix, mas é assim…tipo Fênix…

Guardians of the Galaxy v3 013-005
Anjo, se mostrando um verdadeiro bucha ao atacar uma mulher…pelas costas!

No fim, a Guarda  Shiar acaba derrotada, com uma cena onde o jovem  Corno Ciclope tenta intimidar o Superman genérico, dizendo que se eles voltassem a Terra, iria trazer todos os heróis, mutantes, monstros e deuses do planeta contra o Império. Ainda perguntam porque o universo não gosta da gente.. a edição acaba com um clima de romance  entre Starlord e Kitty Pride, e com Scott abandonando a equipe para viajar para o espaço ao lado de seu pai, se despedindo de Jean dizendo que após tudo que eles descobriram sobre suas vidas, essa parece ser o melhor jeito deles serem felizes de verdade…

Guardians of the Galaxy v3 013-012

O que eu achei? Com o fim do Julgamento de Jean Grey, Bendis criou um novo paradigma desses X-men desgarrados no tempo.  Mudando tudo que eles deveriam ser, cada vez mais as pessoas param de pensar em como eles vão voltar ao passado, e passam a pensar em como eles vão continuar no presente. A Marvel não é muito famosa por respeitar sua cronologia, então a viagem no tempo não atrapalha tanto assim. As relações entre esses  personagens é que são interessantes, e o roteiro tem o padrão Bendis de qualidade, com tensão, um pouco de romance e algum alívio cômico. A arte de Sarah Pichelli continua linda, mas em alguns momentos a artista escorrega, como se tivesse que ter feito as páginas na pressa. Nada que incomode, dado o teor da trama.

Esse é um título divertido. Uma história para ler e se aventurar, sem muitas complexidades. Divertido, direto e colorido.

Nota: 7,0.

E vou ali!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1