Guerra Civil II

Na edição anterior de Guerra Civil II (resenha aqui), Ulysses projeta uma visão que mostra o Homem-Aranha (Miles Morales) aparentemente matando o Capitão América (Steve Rogers). Com base na visão do Inumano, a Capitã Marvel dá voz de prisão ao Homem-Aranha. Vamos descobrir o que acontece na resenha?

civil-war-ii-2016-006-005

A Capitã Marvel ordena um cessar fogo e diz ao Homem-Aranha que precisa que ele faça o certo. “De acordo com quem?” – pergunta o Homem de Ferro. Ele diz que ela está se voltando contra crianças agora e ela responde que não está se voltando. Stark argumenta que o garoto no pouco tempo que esteve nos Vingadores nunca fez nada de errado e esteve sempre do lado justo com todas as fibras do seu ser e agora, ela está acusando-o de algo que ele não fez e nem mostrou sinal de que vai fazer. A Capitã repete que não está se voltando contra ele. “Você só falou que está preso” – diz Stark. A Capitã diz que está pedindo que ele os ajude a garantir que o que eles viram não vai acontecer. Os dois continuam a se confrontar até que o Capitão Hidra América resolve intervir.

civil-war-ii-2016-006-007

Recomendação do Sorg

Ele vai até o Homem-Aranha e pergunta por que ele subiu a máscara. Ele responde que não conseguia respirar. O Capitão manda ele colocá-la de volta, pois aquela máscara representa o que ele é e que ele significa algo para as pessoas. Ainda abalado, o Aranha diz que nunca faria o que a visão mostrou. “Eu sei filho” – diz o Capitão. O Aranha diz que não sabe o que fazer e o Capitão pergunta o que ele quer fazer. “Eu… eu quero ir pra casa” – ele responde. O Capitão diz pra ele fazer isso. A Capitã diz que aquela decisão não é dele, mas o Capitão diz que o garoto tem o direito de ir pra casa, se ele quiser. Ela argumenta que eles podem mantê-lo seguro, mas o Capitão diz que ele não fez nada de errado, assim como Bruce e Rhodey não fizeram nada de errado. A Capitã fica sem ação depois dessa. Stark manda a Thor levar o Aranha pra casa. A Capitã tenta impedir, mas é impedida primeiro pelo Capitão e depois pela Miss Marvel.

civil-war-ii-2016-006-008-horz

“Ele é meu amigo. Ele não fez nada” – ela diz à Capitã. Maria Hill diz que eles brigaram em solo do governo, que aquilo é um ato de terrorismo e dá voz de prisão à todos eles. O clima de tensão aumenta e nesse momento, T’challa (Pantera Negra) diz que não pode mais defender nada daquilo, pois no começo ele achou que podia, mas foi ficando desconfortável com a parte dele naquilo tudo. Ele diz ainda que aprendeu a muito tempo atrás que se você está ao lado do Capitão América, você pode ficar em paz sabendo que está do lado certo e que se ele mesmo depois de tudo que eles viram escolheu proteger o direito daquela criança Vingadora, então é isso que ele deveria ter feito o tempo todo. A Capitã apenas olha pra T’challa sem falar nada. Ele completa: “Se me atacar… está atacando o Reino de Wakanda.”. A Capitã continua com cara de bunda e sem conseguir esboçar qualquer reação.

civil-war-ii-2016-006-011

Nesse momento, o Doutor Estranho faz um dos seus paranauês místicos e teleporta todo mundo. A Capitã se volta pra Medusa e pergunta se eles podem usar o Dentinho, mas antes mesmo dela terminar a frase, Medusa apenas diz “Não. Adeus.” – e mete o pé, deixando-a mais uma vez com cara de bunda. Corta pra Thor, que está levando o Aranha. Em dado momento, ele pede pra ela colocá-lo no chão. Thor tenta ficar com ele, mas o Aranha dá a entender que quer ficar sozinho. Ela acata o pedido e vai embora, deixando-o com o peso dos acontecimentos.

civil-war-ii-2016-006-013-horz

Os Inumanos chegam em Nova Attilan. Karnak pergunta a Ulysses se ele pode dizer o que está acontecendo com ele, mas ele nada responde. Corta pro Triskelion: A Capitã Marvel e a S.H.I.E.L.D. estão lidando com os estragos do combate. Rocket Raccoon diz que a Capitã deve uma nave aos Guardiões da Galáxia. Ela diz que vai dar um jeito nisso. O Senhor das Estrelas e Groot dão apoio à Capitã, mas Kitty Pryde não parece nada satisfeita com a situação.

civil-war-ii-2016-006-015-horz

Corta pra um dos muitos esconderijos secretos de Nick Fury, onde o Homem de Ferro e seus aliados encontraram refúgio. Stark congratula o seu companheiro de bigode pela atuação e T’challa pela sua escolha. Ele pede pra Miss Marvel ir buscar o Homem-Aranha, mas ela finge não ter ouvido e decide ir embora. Os outros novinhos decidem ir junto com ela e recebem ajuda de Riri Williams, a nova Heroína de Ferro (ela diz que está trabalhando no nome).

civil-war-ii-2016-006-019

Ciclope pergunta se eles não vão dizer “tchau”. Miss Marvel diz pros outros que eles vão dar uma volta e vão embora. Os adultos percebem que os 9vinhos deram no pé. Visão diz que eles estão com medo, mas Stark diz que não e que na verdade, eles vão encontrar o amigo deles e escondê-lo de todos e que não sabe se isso o deixa incomodado ou orgulhoso. T’challa fala que o motivo dele estar com eles, é que surgiram previsões que não eram precisas embora muitas outras fossem. T’challa formula a teoria de que conforme os poderes de Ulysses aumentam, a precisão diminui. Visão diz que só há uma maneira deles descobrirem se a previsão de Ulysses vai acontecer. Stark diz ao Capitão que a decisão é dele e do Homem-Aranha.

civil-war-ii-2016-006-020

Corta pra Capitã Marvel que se encontra bastante abalada pelos acontecimentos. Maria Hill, Tempestade, Senhor das Estrelas e Jean Grey chegam para confortar a Capitã que diz a Hill que não acredita que ela ameaçou prender o Capitão América. “Não sabia mais o que fazer” – ela diz. “Ah, isso eu entendo.” – ela responde. Tempestade abraça a Capitã e diz sentir muito por T’challa a ter traído e a Capitã diz que não acredita que ela foi casada com ele. A Capitã pergunta se Hill sabe a identidade do Homem-Aranha, mas ela desconversa e não responde. Jean Grey diz ser a favor de usar essa informação, mas acredita que não há chance daquela nova visão acontecer. A Capitã diz que se acontecer e não fizerem nada, eles mesmos estarão matando o Capitão e ela não pode ter isso na sua consciência também. Ela diz que eles precisam encontrar o Homem-Aranha. Hill diz que eles precisam encontrar Ulysses e testá-lo novamente e nesse momento, ela recebe um comunicado e diz que eles encontraram o Aranha. “Onde? Pergunta a Capitã. A resposta está na imagem abaixo e com isso, chegamos ao final de mais um capítulo de Guerra Civil II.

civil-war-ii-2016-006-023

Vámonos às analises: finalmente, há uma evolução no roteiro de Brian Michael Bendis. A história se tornou mais interessante com os acontecimentos dessa edição e a clara desorientação da Capitã Marvel diante dos eventos. O papel do Capitão América foi fundamental e deu gosto de ver como ele lida com a situação e de como a sua presença impõe respeito e admiração nos demais. No mais, houveram algumas situações que deverão ser explicadas e exploradas nas próximas edições. Nota 6,0.

O trabalho de David Marques (desenhos) e Justin Posnor (cores) na parte artística parece ter encontrado um tom adequado. Eles parecem estar bem mais à vontade com os personagens e com as cenas. Destaque para as expressões faciais dos personagens e para as cores corretas. Nota 7,0.

Bem, Enxutada… taí a Resenha Enxuta de Guerra Civil II #6. O que acharam dessa edição? MIMIMIzem aê nos comentários. Eu gostei da melhora que houve na trama e estranhei a escolha de “lados” de alguns personagens. Vimos nessa edição o inicio da divergência que levará à criação dos Campeões e a aparição de Riri Williams, que será vista futuramente nas páginas da revista Invincible Iron Man. Outra coisa que achei interessante foi a reação de Kitty Pryde meio que discordando do posicionamento dos seus companheiros… seria essa uma deixa para ela ficar na Terra e retornar aos X-Men? Bem… aguardemos as cenas dos próximos capítulos. Até a próxima resenha, pe-pe-ssoal!!!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1