Inumanos

Na edição anterior de Os Fabulosos Inumanos #3 (que vocês conferem aqui), vimos Raio Negro matar uma versão futura de seu filho Ahura que foi criado por Kang com uma única finalidade: eliminar toda a linhagem Inumana através do tempo. Agora, os Inumanos precisam encontrar uma maneira de impedir que Ahura se transforme no monstro que eles acabaram de matar.

Estamos na Cidade Perdida de Attilan, Treze mil anos no passado. Kang chega no pedaço com seus soldados trazendo o casulo de Ahura e exigindo ver o Rei Randac. O Rei chega e fica bolado de ver um estranho com alguém do seu povo e ainda mais em um casulo, já que não existe Terrigênese fora dos seus laboratórios. Kang percebe que o Rei está tentando ler os seus pensamentos e avisa que eles estão protegidos daquilo. Kang conta pra o Rei a história de que eles vieram de um futuro distante no qual o pai da criança após o expor às Névoas Terrígenas, entregou o filho à ele e pediu que ele viajasse no tempo para que ele pudesse ajuda-lo à passar pela transição após emergir do casulo.

Uncanny Inhumans (2015-) 004-002-horz

O Rei concorda em ajudar, pois para ele, não importa de qual período eles seja, todos os Inumanos são o povo dele. Kang diz que Ahura pertence a ele por conta de um acordo feito com o pai da criança para salvar a sua vida e que depois que ele ajudar com isso e no treinamento necessário, ele irão embora.  O Rei diz que descobriu os efeitos da Terrígena no genoma Inumano à pouco tempo e que ele ainda tem mito o que aprender, mas uma coisa ele descobriu: a Terrigênese  modifica tudo. E ainda manda na lata do Kang que Attilan é o reino dele e ele é quem manda no pedaço. Kang rebate dizendo que quando o Ahura sair do casulo, vai querer deixar sua herança Inumana para trás e partir assim que estiver condições e caso não acreditasse nisso, que perguntasse ao próprio. Ahura sai do casulo e não sabe do que andou rolando, mas quando Randac explica o que o pai dele fez e pergunta se ele seria capaz de fazer algo assim, ele responde afirmativamente. O muleke descobre que está na Attilan do passado e diante do Inumano que descobriu a Terrígena e fez dos Inumanos o que eles são. O Rei Randac pergunta como são os Inumanos no tempo dele, mas Kang alerta sobre o perigo de revelar o futuro para o fluxo do tempo. Ahura rebate dizendo que ele manipula o fluxo do tempo e Kang responde: “Claro! Eu sou o Kang, porra!!!” Sim. Pois sou Kang.”. Randac larga mão de querer saber do futuro e pergunta se Ahura sabe quais são as suas habilidades. Ahura diz que não sabe ainda. Um alarme dispara em um dispositivo no pulso de Kang. Ele mete o pé e diz que não vai demorar muito.

Uncanny Inhumans (2015-) 004-005-horz

Corta para outro lugar: Leitor, Raio Negro e Triton estão observando a antiga Attilan. Kang os localiza e diz ser cômico o Rei silencioso não conseguir manter a palavra. Kang ataca, mas a parada não dá certo por que segundo o Fera, o salto temporal que leitor deu mais cedo mascarou a chegada deles. o Fera diz que se Raio Negro planejou isso desde o início, aquilo foi bem incrível. Leitor manda o Fera perguntar a Raio Negro se era parte do plano Kang chegar perto o bastante para aniquilá-los. Medusa diz que Kang não vai ficar distraído por muito tempo e que eles precisam encontrar Ahura. Johnny pergunta se ela tem ideia de como eles vão fazer isso e Medusa manda ele ficar ali, sai do lugar onde estão, aborda um dos moradores de Attilan e simplesmente diz que à ele o seu nome, que será a Rainha de Attilan dali à 30 mil anos, que viajou no tempo para evitar que o destino da raça de todos eles fique nas mãos do seu filho e pede que a levem ao seu Rei. JÊNIAL!!!

Uncanny Inhumans (2015-) 004-008

Corta para Randac, que está fascinado com as leituras que está obtendo de Ahura. Nisso, novos visitantes são anunciados e Randac pergunta se ele reconhece aquelas pessoas. Ahura diz que sim e corre para a mãe que o aninha em seus braços. O momento ternura passa e Ahura diz a Raio Negro que tem certeza de que sua mãe o forçou a vir ali. Triton manda o Príncipe ir com calma e conta que Raio Negro batalhou através das eras para tirar ele de Kang. O muleke diz que pra inicio de conversa, o pai o entregou a Kang. Ele diz que está feliz de revê-los, mas que Kang deu a ele mais do que o seu pai jamais conseguiu e que ele tem mais o que fazer agora, pois Randac está ajudando-o à entender os seus poderes. Triton diz que eles já sabem qual é a do poder dele: gerar sósias psíquicos que podem lutar, se mover por conta própria e assumir o controle das pessoas. “Especialmente essa ultima parte” – diz Johnny. “Johnny Storm? Por que está aqui? Isto é um assunto familiar” – manda Ahura na lata do Johnny que fica com cara de bunda. Ahura pergunta quem são os outros, já que ele só conhece o Doutor McCOY. Leitor se apresenta e diz que é a sua passagem para casa. Leitor lembra que eles têm que meter o pé antes que Kang volte. Ahura diz que vai ficar com Kang, afinal, esse foi o acordo feito pelo pai. Medusa pede a Iso o Histórikon e mostra o que Kang o levará a fazer. Ahura diz que jamais faria aquilo… não de vontade própria. Ele pergunta como ela poderia saber disso e Medusa conta que o seu próprio eu futuro disso isso a ela. Ahura confuso com o que lhe foi revelado ainda tenta se agarrar à ilusão de que Kang se importava com ele e pergunta por que ele faria isso. “É bastante simples, Ahura. Traição… tem um preço.” – responde o próprio Kang que se materializa no salão junto com suas tropas.

Uncanny Inhumans (2015-) 004-010-horz

Aí, meus caros Enxutos… o massaveísmo explode. Em meio à batalha, todos se esquecem de Ahura. Ele tenta usar os seus poderes para ajudar, mas Kang o alcança e manda que todos parem. Medusa manda Kang soltar o filho deles e Kang pergunta “Ou o que?”. Daí ele manda aquele blá blá blá de que ele é Kang, que ele é foda, pika das galáxias e que Ahura só lembrará desse momento nos anos que virão como o dia em que eles vieram por ele e falharam.

Uncanny Inhumans (2015-) 004-014

Raio Negro ao ver o filho nas mãos de Kang, ameaça dizer algo e acabar com tudo, mas desiste. Ahura se esforça e consegue projetar o seu eu psíquico e o faz entrar em Kang. “Ele falharam comigo milhares de vezes, Kang. Mas eles são meus e eu sou deles. E agora você… também me pertence” – diz Ahura. Ele manda Kang meter o pé e reparar os danos que causou na linha do tempo Inumana e que caso ele sinta novamente o desejo de ferir qualquer um do povo dele em qualquer época, que ele se suicide-se à si mesmo. Kang desaparece,

Uncanny Inhumans (2015-) 004-016-horz

Fera e Johnny ficam com cara de bunda estupefatos com o que Ahura fez e o muleke pega no braço dos pais e diz “Mãe. Pai. Vamos para casa.”. E é o fim dessa edição.

Uncanny Inhumans (2015-) 004-019

Vámonos às análises começando pelo roteiro de Charles Soule: Soule conduz sua trama e encerra a questão de maneira apropriada, apesar do tema “viagem no tempo” ser algo já saturado. Só teve duas coisas que me incomodaram: Kang chega na Atillan do passado, pede para ser levado ao Rei, conta sua historinha e todos aceitam assim na boa? E Medusa simplesmente aborda um Inumano do passado, diz que será a Rainha dos Inumanos dali à 30 mil anos e pede que a levem ao seu Rei e os caras acreditam e a levam numa boa? Pow, os Inumanos do passado ou são muito burros ou inocentes demais. Achei isso muito sem sentido e por conta disso, eis a minha nota: 5,0.

A arte ficou por conta de Steve Mcniven (arte), Jay Leisten (arte-final) e Sunny Sho (cores). Eles fazem um bom trabalho no geral com destaque para as expressões faciais, nos detalhes corporais e nos uniformes dos personagens. Nota 7,0.

Bem Enxutada… taí a resenha de Os Fabulosos Inumanos #4. MIMIMIzem ae nos comentários. Até a próxima resenha e fiquem com o que vem por aí:

Uncanny Inhumans (2015-) 004-020

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1