Resenha Enxuta (e atrasada) do filme Os Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas

Olá Enxutos, Enxutas, Enxutetes e por que não dizer Enxutinhos? A quanto tempo não? Pois é. Bem, Domingo retrasado, eu, minha namorada e meu enteado fomos ao cinema assistir “Os Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas“. Devo confessar que quando conheci a série televisiva “Os Jovens Titãs em Ação“, torci o nariz. Afinal de contas, apesar de ser Marveco (sei que isso pode ser um choque para vocês), eu gostava e colecionava as revistas dos Novos Titãs na fase áurea de Marv Wolfman e George Perez. Com o tempo, entendi a proposta debochada e bem humorada do desenho e passei a apreciá-lo.

Voltando ao filme: entramos na sala do cinema e logo de cara, me deparo com uma sessão bem vazia em pleno domingo às 15:30 da tarde. Após alguns trailers, o desenho tem início. A história começa em Jump City. Os Jovens Titãs chegam para derrotar o Homem-Balão. O vilão diz não conhecer os heróis, então, eles começam um rap para se apresentar e acabam se distraindo, obrigando a Liga da Justiça a intervir. Eles criticam os Titãs por serem infantis e por não fazerem nada sério, levantado o fato de que eles não tem um filme para provarem sua capacidade. Então na estreia de Batman De Novo, Robin se humilha-se  a si mesmo, achando que o filme mostrado nos trailers seria sobre ele, fazendo o cinema todo rir. Compadecidos dos seu amigo, Estelar, Ravena, Mutano e Ciborgue decidem ajudar Robin (Dick, aquele viadinho) a ter um filme pra chamar de seu. Robin chega à conclusão de que para que o filme aconteça, eles precisam de um arqui-inimigo. Eles o conseguem o seu vilão: Slade Wilson, O Exterminador.

SLAAAAAAAAAAAAADE!!!

Ao longo de 88 minutos, somos bombardeados com todo o tipo de piadas e referências possíveis. Deixando maiores spoilers de lado, eis a minha análise: é um desenho divertido, porém longo demais (chegando a ser um pouco cansativo). A proposta do desenho exibido na telina era ser rápido e rasteiro, sem roteiros ou tramas a serem explorados. As piadas com o próprio universo DC eram as melhores coisas, pois o desenho não perdoava nada mesmo. Ao conferir uma historia, enredo ou trama à ser desenvolvido, a leveza e dinâmica do desenho meio que se perderam. Vocês poderão dizer: “Porra, Gruut!!! o filme foi feito para crianças e não para um nerd tetudo e mimizento como você”. Mas sabem qual foi o meu termômetro nesse filme? Meu enteado. Ele é fã demais da série e em certos momentos, vi ele levantando, não prestando atenção e completamente entediado. Ao meu redor, eu não ouvi as crianças rindo com tanta frequência e certas piadas e referências não eram feitas para eles e sim, para nerds tetudos e mimizentos como eu.

EU ADOOOOORO APARECER!!!

Ao fim do filme, rola uma cena pos-créditos mostrando os Jovens Titãs da série original. Especula-se que eles estão presos em algum tipo de dimensão alternativa, já que o Robin diz que “Nós encontramos uma saída daqui”. Eles terem sumido seria o motivo do cancelamento da série. Assim, essa cena estaria confirmando o retorno da animação clássica, em uma nova temporada? Quem viver, verá. Um ponto muito positivo da versão dublada, foi terem conseguido manter os dubladores originais do desenho animado. Seria muito estranho assistir ao filme sem as vozes deles. Conclusão? Se você tem alguma criança na família, use isso como desculpa para ir assistir ao filme no cinema. Caso contrário, espere sair o torrent na sua locadora favorita para poder assistir no conforto do seu lar. Vai render algumas boas risadas. Nota? 7,5.

Ah, sim: saindo da sala de cinema, minha namorada vira para mim desolada e diz: “Poxa… nem cantaram A NOITE VAI BRILHAR!!!“.

Alguém ai assistiu Os Jovens Titãs em Ação! Nos cinemas? MIMIMIzem aê nos comentários o que acharam!!!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1