Resenha Enxuta: A Poderosa Thor #14

11
141

Kurse versus A Poderosa Thor. E a Liga dos Reinos enfrenta Malekith e seus exércitos enquanto Ljosalfgard está em chamas.

Caso não tenha lido a Resenha Enxuta da edição anterior de A Poderosa Thor, clique aqui. Agora, vámonos a Resenha:

Através de um flashback mostrando 3 dias atrás, descobrimos que Malekith retirou Lady Waziria da Prisão Nastrond e a transformou na nova Kurse. Voltando para o agora em Alfheim, a Terra dos Elfos Brancos, Thora está “fazendo na mão” com a Kurse enquanto a Liga dos Reinos combate o exército de Malekith. Em meio à batalha, Lady Waziria recupera a consciência e murmura para Thora matá-la, mas logo depois, Kurse volta a dominá-la e a porradaria recomeça. Lady Sif, Honeyshot e Ro Bloodroot encontram barris com óleo das Baleias do pântano de Svartalfheim e descobrem parte do plano de Malekith.

Malekith leva a Rainha Featherwine para uma torre e ao ouvir dela que apesar dele ter feito um feitiço que a fez casar-se com ele, os Elfos Brancos nunca o obedeceriam, ele diz que não deseja comandar o patético povo dela. Ele revela que as tropas dele massacraram as tropas dela, deixaram os rios secos, comeram todos os alimentos das dispensas, caçaram todos os animais dos campos até a extinção absoluta e que agora, eles marcharão para clamar prêmios maiores, mas não sem deixar algo para ela se lembre deles.

Malekith solta um “Yoga Flame” nos barris de óleo de baleia e com isso, Ljosalfgard arde em chamas. Depois, dá um beijo “ardente” na Rainha. Loki chega no pedaço e diz que eles precisam meter o pé. Malekith diz que vai assim que garantir que o seu divórcio esteja finalizado. Ao ouvir isso, Loki simplesmente joga a Rainha da sacada da torre. Ninguém da Liga dos Reinos pode alcança-la a tempo de impedir a tragédia, mas eis que surge o Mjolnir do cu do Dadá, passa perto da Rainha que segura na alça dele, cai numa fonte e acaba se safando. No retorno para a mão de sua dona, o martelo ainda derruba vários Elfos Negros.

Malekith pede para Bitterhand abrir a Bifrost Negra e antes de se mandar, diz: “Bem-vindos à Guerra dos Reinos, tolos. E saibam… vosso sangramento meramente começou.”. Thora tenta confortar a Rainha dizendo que ele é mais forte do que aquilo e que a luta está longe de acabar.  As ações de Malekith reverberam pelos Dez Reinos e todos (Deuses, anjos, elfos, gigantes, anões e homens) se perguntam: “Qual dos Reinos será o próximo?”. Em algum lugar, Malekith ria, por que resposta era assustadoramente simples… todos seriam os próximos. Fim dessa edição.

Vámonos às analises: o roteiro de Jason Aaron continua bom, mas não sei por que, senti que houve muita enrolação no confronto da Thora com a Kurse (agora todo mundo vira mulher nessa porra?). No mais, a história foi boa e gostei de tê-la lido. Nota 8,0.

A arte ficou novamente a cargo de Steve Epting (desenhos) e Frank Martin (cores). Não sou muito fã do traço do Epting, mas vá lá…. cumpriu o seu propósito. Gostei bastante do trabalho do colorista. Nota 5,5.

Bem, Enxutada… taí mais uma Resenha Enxuta da A Poderosa Thor. O que acharam dessa edição? MIMIMIzem aê nos comentários. Na próxima edição, veremos o início da Guerra Shi’ar/Asgard. Até lá então!!!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1