theshield1var21

“You are The Shield. You have always been The Shield.”

Olá Enxutos. Sempre que posso tento trazer algo fora do “eixo do mal”(Marvel-DC), e encontrei essa nova série que parece ser bem promissora. Eu lhes apresento The Shield (não, não é A Shield…).

65_00

Produzida pela Dark Circle Comics, um selo dentro da Archie Comics (de quem viu falar ainda essa semana), The Shield é um dos personagens mais velhos dos quadrinhos, sendo lançado poucos meses depois do Capitão América. Sua persona original era do químico Joe Higgins, que após tentar criar um soro que daria a seu usuário super poderes (já vi isso) acaba sendo alvo de espiões nazistas (já vi isso²), e se vê forçado a usar sua criação nele mesmo, se tornando assim o SHIELD ( que na verdade é um anagrama para as “partes do corpo dele” onde o soro foi aplicado:(Sacrum, Heart, Innervation, Eyes, Lungs, Derma)…fazendo dele uma mistura do Capitão América com o Capitão Marvel! O tempo passou e vários outras pessoas ocuparam a identidade do herói, sendo a que eu vou abordar agora  a mais recente.

65_15

A história começa com uma jovem invadindo um acampamento inglês durante a independência americana, em 1776, em uma frustada tentativa de assassinato à um general casaca vermelha. Após ser presa, ela se apresenta como “o escudo da revolução”.

65_02

Corta (pra mim) pros dias de hoje, e vemos a mesma jovem, aparentemente sem memória sobre quem é, sendo interrogada no Distrito de Columbia, USA, após se envolver em uma série de “acidentes” onde tudo foi destruído nos locais. Sem identidade ou impressões digitais, ela é interrogada por uma detetive que sem a menor explicação pede que ela a soque no nariz e fuja. Durante a fuga, ela é atropelada por um carro, e morre. Mas ao invés de ir para a terra dos pé juntos, ela é assolada por memórias de vários períodos da história americana em que esteve presente. Guerra da Secessão. Segunda Guerra. Vietnan. E acorda, sem nenhum ferimento. Em seguida, ela corre para o endereço que a detetive havia lhe dado, não sem antes deter um grupo de criminosos com reféns. Enquanto segue, ela continua tendo esses flashs de recordações, em que se vê em vários momentos da história, lutando contra algum tipo de mal ou opressão. Ao chegar no local marcado, ela não percebe que está sendo seguida, e lá a policial lhe conta que ela se chama Victoria Adams, e que é, e sempre foi o “Escudo da Revolução”. E no momento em que seus perseguidores a encontram, ela se lembra de tudo.

65_16

Essa é a primeira edição de Shield, uma história que parece rebootar um velho herói com uma nova roupagem. Não só um novo alter ego, mas uma mudança de sexo também. Eu procurei e li alguma coisa do Shield original, e as histórias seguiam os mesmos moldes da era de prata. As versões mais recentes do personagem pararam de ser publicadas em 2009, e espero que essa nova versão faça sucesso.

65_20

Escrito por Adam Christopher (Elementary: The Ghost Line) e Chuck Wendig (Star Wars: Aftermath) e com arte de Drew Johnson (Wonder Woman), vamos ver até onde The Shield vai. Mas convenahmos: uma versão super poderosa e imortal do Capitão América Ultimate, só que ruiva e que sobreviveu a inúmeras guerras! Não tem como dar errado!

E vou ali!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1