E lá vem Flashpoint de novo?

Chamou atenção a ausência de Sereias de Gotham do painel que a Warner utilizou para divulgar na Comic-Con seus próximos lançamentos relacionados ao Universo DC. E olha que se fala em NOVE novas produções!

Se somarmos a isto o desânimo do diretor David Ayer, que evitou tocar no assunto, parece mesmo que o filme que reuniria Arlequina (Margot Robbie), Mulher-Gato e Hera Venenosa em uma mesma equipe, provavelmente enfrentando o Coringa de Jared Leto, está na UTI, com grandes chances de virar mais um meme dos marvetes.

“E eu que pensava que tava de boa…”

Aliás, muito se especula que David Ayer já teria sido demitido, embora alguns afirmem que isto se deve ao fato dele estar retornando à franquia do Esquadrão Suicida para cuidar da sequência deste, que continua sem diretor.

Em vez de investir em Aves de Rapina, você adapta isto?
Recomendação do Sorg

Outros boatos dão conta de que Jared Leto recusou-se a aceitar a data prevista para o início das filmagens, alegando que pretende sair em excursão com a sua banda. O ator também não teria ficado nem um pouco satisfeito com uma “orientação” recebida, segundo a qual ele deveria se ater ao roteiro, sem liberdade para improvisar sobre o mesmo, como fez exaustivamente em Esquadrão Suicida (Suicide Squad, 2016). A falta de um acerto com o astro intérprete do Palhaço do Crime teria paralisado a pré-produção, pois haveria a possibilidade do roteiro ser retrabalhado do zero.

“Por favor, me deixa ficar com as tatuagens! Por favoooooooooor!”

Bom, ao que tudo indica a Warner, logo após começar a acertar as coisas com um bom filme da Mulher-Maravilha (Gal *suspiro* Gadot) e a demissão (foi demissão, sim) de Zack Snyder, vai, mais uma vez, meter os pés pelas mãos. Não pelo provável cancelamento do filme das Sereias, desde o início um projeto idiota que só pode ter saído do cu da mente de algum retardado. Mas porque, ao que tudo indica, a reorganização do Universo Cinematográfico da DC passará por um reboot, que será sacramentado por uma adaptação de Flashpoint, a saga meia-boca e feita nas coxas que trouxe para o mundo o lixo conhecido como Novos 52! Seria uma forma de reiniciar tudo, aproveitando o (pouco) que deu certo e dando partida para algo diferente, sem precisar dizer, de fato, que o que foi feito até aqui não tem valor algum.

Engraçado é que um dos motivos pro Flashpoint foi justamente fazer com que os personagens da HQ se aproximassem de um estilo mais cinematográfico. Em outras palavras, a saga foi feita só pras cuecas irem pra dentro das calças!

Caras e moças, tá difícil de entender, tá difícil de defender! Em vez de seguir em frente, ajeitando o que não deu certo, ou reiniciar tudo sem precisar de desculpinha, o Estúdio me vem com uma dessas? Pô, como se não bastasse já ter tido a hq, a animação e até uma adaptação para a TV (na série do Flash), vão levar o Flashpoint pro cinema? Tá faltando história boa, Warner? Tá faltando história boa, DC? Não, não tá! Querem substituir o Affleck como Batman? Substitui, pô! Bota outro ator e pronto! Para que dar mais um nó na cabeça do público (e não falo apenas do público civil, que fique claro), que já se mostrou confuso com o fato das séries de TV não se relacionarem com os filmes do cinema?

Pior é que tem muita gente a-do-ran-do a ideia, só pra ver o Comediante (Jeffrey Dean Morgan) vestido como o Batmaconheiro!

“Cara, gostei destes olhos vermelhos…”

Sei não…

 

 

 

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1