2ds_banner

O impensável aconteceu: eu estava errado. PAM PAM PAAAAAAAM!!!

Meus chuchus, alguns de vocês devem se lembrar que quando o Nintendo 2DS foi anunciado, eu tive um tremendo chilique. Achei um absurdo que ao invés de se concentrar em uma nova versão do 3DS com bateria melhor, eles tivessem criado uma versão que fica permanentemente aberta – ou seja, com as telas expostas – sem a função 3D e com a mesma bateria. Bom, há algumas semanas caí na besteira de instalar um emulador de Nintendo DS no notebook de uma amiga para ela jogar Pokémon Black/White. Acostumada a joguinhos do iOS, o resultado foi inevitável, logo ela queria um portátil.

Fui ajudá-la a comprar um. Quando estava na loja, notei o primeiro ponto positivo: aqui no Brasil, ele está custando cerca de 100 reais mais barato que o 3DS tradicional, e 200 mais barato que o 3DS XL, que é o que eu tenho. Já que estava lá, pensei “ah, vou pedir pra ver essa merda, vai”. Primeira surpresa: a “pegada” dele é surpreendentemente boa. Os direcionais e botões ficam relativamente altos no console, para que você consiga alcançar os botões L e R com os indicadores sem distender um músculo, e o resto dele fica confortavelmente repousado nas palmas das mãos. Liguei, estranhei a tela por um momento porque estou acostumado com a do XL, que é quase o dobro, mas gostei da qualidade. Como 100 reais de diferença é praticamente um jogo, acabamos levando.

nintendo2ds-casal
“É mesmo muito legal, querido… mas o que acha de irmos transar agora?”
“OLHA PRA TELA, VADIA, OU VOCÊ NUNCA VAI VENCER MEU MEGA MEWTWO!!!”

Ao passar pelas configurações, a primeira coisa que é deixada clara é: a função de visualização em 3D não existe. E isso é repetido. E repetido de novo. VIU, NÃO DÁ PRA VER OS JOGOS EM 3D, TÁ??? Bom, cá pra nós, que se exploda o 3D. Eu vi UM jogo que usa o 3D de forma eficiente e integrada ao jogo (Super Mario 3D Land), e francamente acho que a tendência é o 3D ser esquecido pela Nintendo futuramente. Eles pularam em um barco que o cinema pulou anos atrás e que hoje sabemos que dificilmente acrescenta alguma coisa. Enfim, no mais as outras configurações são similares aos outros modelos do portátil. Pede algumas configurações pessoais, para você criar um Mii, a configuração de internet, o trivial.

Recomendação do Sorg

As telas são do mesmo tamanho das telas do 3DS tradicional. São brilhantes e bem nítidas, embora não se comparem às telas com resolução estúpida que celulares tem hoje em dia (e que obviamente cobram por isso). Ele tem apenas uma saída de som mono, embora o estéreo seja disponível pelo fone de ouvido, mas eu achei razoavelmente mais alto do que o do XL. Como ele é uma peça única e obviamente não fecha, existe um slider para colocá-lo no modo sleep, similar a você fechar os outros modelos com eles ligados. Todas as outras funções são iguais aos outros 3DS.

Agora, o ruim. Primeiro, eu achei que ele tem um jeitão de brinquedo. Lógico, o portátil foi pensado em crianças abaixo de 7 anos, que quebrariam ele no meio na primeira oportunidade se dobrasse (além de deixar mais barato, a ausência do “flip” faz ele mais a prova de crianças psicopatas) e que provavelmente ficariam vesgas com o 3D. Isso não me incomodaria, mas uma das coisas que me passou essa impressão foram os botões meio moles. Quando você joga o 3DS XL, o direcional e botões digitais tem um “click” quando são pressionados, e você sabe que foram pressionado. Já no 2DS você tem que pressionar bem. Isso é notado principalmente no direcional digital, quando você muda de direção. Já o disco analógico é ótimo.

Nintendo2DS_2
Por que as pessoas nas propagandas da Nintendo tem a expressão de quem está tendo uma overdose de Prozac? Sério, quem joga um puzzle rindo?

A bateria é a mesma porcaria do 3DS tradicional, mas tem um pulo do gato aí. Com volume e brilho no máximo e 3D ligado, a bateria do 3DS tendem a durar de 3 a 5 horas. Ridiculamente pouco. Mas estamos falando de um portátil que não tem a função 3d. Isso já joga a duração da bateria para umas 8 horas. Notou que ela está por volta da metade e ainda tem algumas horas de viagem? Ok, diminua o brilho, ela vai durar ainda mais. Eu ainda acho estranho esse tempo de bateria, mesmo no XL que tem a bateria maior e que dura mais, porque vim do DSi que parecia não precisar de uma tomada nunca. Mas se for comparar com os celulares e tablets atuais que não conseguem ficar 4 horas ligados sem pedir uma fonte, até que não está ruim. E uma última coisa: o console poderia vir com uma capa protetora. Seria um gasto irrisório e ajudaria a proteger as telas conforme você carrega por aí.

Meu aval? Você tem uma bolsa ou mochila onde carregar, ou não pretende tirá-lo de casa? Não liga para a tela menor comparando ao XL, e não dá bola para 3D? Quer jogar os exclusivos da Nintendo? Quer economizar 100 dilmas que podem ser convertidas em um jogo? Então o 2DS é pra você. O mesmo vale se você por alguma razão quiser dar um portátil para seu pimpolho mimado. Sim, eu sei que essa geração nasceu com tablets e celulares grudados na cara, mas o sentido de comprar portáteis da Nintendo nunca foram os portáteis em si, mas os jogos. E nisso eles continuam imbatíveis.

Afinal, fiz uma pessoa que nunca deu bola para videogame e que só gostava de jogar no iOS querer comprar seu primeiro portátil Nintendo em questão de dias. Com um emulador de DS e Pokémon. Isso diz muita coisa.

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1