Bem e mal são meras questões de ponto de vista…

Olá, Enxutos! Listas são tudo de bom. Ou não. E esse é justamente o mote principal dessa lista. Sempre tem aquele personagem bonzinho, heroico… que você olha e fala “Ora vejam só, mas que filho da puta!”.

E é justamente desses lobos em pele de cordeiro que vamos falar. Nessa lista apresento 10 personagens dos comics que dariam excelentes vilões!

E começo com um que tem o menor fã clube do mundo (eu incluso):

Ciclope.

Recomendação do Sorg

Olha, definitivamente esse personagem nasceu para ser um vilão. E não apenas por tudo que aconteceu com ele em Complexo de Messias e depois em Cisma, culminando no sofrível AvX. Scott Summers sempre foi o cara que fazia de tudo para ajudar os outros e só se fodia. Sua esposa morreu várias vezes, seu filho virou um terrorista viajante do tempo e sempre tinha o Logan (AKA Wolverine) logo ali para diminuí-lo e ainda dar uma cafungada no pescoço da Jean (e ela goxxxtaaavaaa!)…

Some a tudo isso o que ocorreu com ele, depois de ser um avatar da Força Fênix, e você tem um vilão em potencial nascendo.

Além disso, eu o comparo a uma nova versão do Magneto. Assim como Erik Lansher, Summers pecebeu que não importava a quantidade de batalhas que os X-Men vencessem, que o mundo continuaria a odiar os mutantes. Porque lutar por pessoas que te odeiam, se você pode simplesmente governá-las?

Mas como se daria essa mudança para o lado negro da Marvel? Ela já vinha ocorrendo, gradualmente. Em determinado momento da sua vida, Scott foi morto, logo após se fundir ao vilão mutante Apocalipse. Depois disso, ao voltar à vida, ele começou a demonstrar uma mudança de comportamento, sendo menos um bom moço e se tornando mais pragmático, como visto nas fases escritas por Grant Morrison e Joss Whedon.

Acho que os eventos após AxV deveriam ter sido o ponto de virada, transformando Scott Summers em um verdadeiro vilão mutante. Ele poderia ser o novo Rei Branco do Clube do Inferno e, junto com Emma Frost, tentar criar um mundo, onde os mutantes não precisem mais se esconder. Se coube para Logan manter o legado de Xavier, após sua morte, então transformar Ciclope em seu “Magneto” seria a melhor saída para o personagem. Como um vilão, ele poderia lutar de maneira mais enfática pela sobrevivência da raça mutante e não ir lentamente perdendo credibilidade, até ter a morte ridícula e inútil que lhe foi imposta em XvI.

Hulk

Por que não? Não é difícil  imaginar isso. O Hulk já foi mostrado como vilão em dois futuros distópicos da editora: Futuro Imperfeito (Maestro) e Old Man Logan (pai incestuoso de um clã de hulks “red necks”).

Mostrar Bruce Banner, como uma pessoa dotada de algum distúrbio mental, não é um problema. Porque ele realmente o tem. Suas personalidades conflitantes fazem dele um “Jekyll and Hyde” moderno, tanto que o próprio Stan Lee, já declarou inúmeras vezes ter usado o personagem literário como sua inspiração. E assim como no livro clássico, por que não explorar a “diversão” em deixar o monstro a solta, de uma vez por todas?

Como um vilão, o Hulk não seria inteligente e nem maquiavélico. Ele seria apenas um brutamontes. Banner seria o vilão. Ele seria um verdadeiro “bully”, deixando bem claro que tem o poder de destruir quem se opuser a seus objetivos e que o melhor para as pessoas seria não deixá-lo com raiva. E suas motivações? Em primeiro lugar, sobreviver. Ele seria como a versão Ultimate, um cientista egoísta e obcecado por controlar o Hulk (e não se livrar dele) para mostrar que é melhor que os outros. Banner usaria o Hulk inicialmente para se defender de possíveis perseguidores (General Ross, Líder, Vingadores…), mas depois passaria a ver o monstro dentro de si como um instrumento a ser usado de acordo com suas vontades. E assim se pavimentaria um caminho que poderia ir direto ao seu “eu futuro”: o Maestro.

Batman.

Não vejo Batman como o super-foda-com-preparo que os cuequinhas verdes amam. Penso nele em uma pessoa conduzida por sua grande força de vontade e, acima de tudo, por uma ferida psicológica, um trauma incurável.

Isso porque diferente de pessoas normais, que vão a psiquiatras, Bruce Wayne foi criado por um mordomo, que não tinha bolas para dar um basta nas paranoias e psicoses de um jovem mimado.

O Batman é uma bomba relógio. Em inúmeras sagas ele foi visto como um potencial vilão. Na mais famosa delas, Torre de Babel, ele cria planos de contingência para cada membro da Liga e seu eterno vilão, Ra’s al Ghul, os colocou em prática.

Essa saga seria o ponto onde o Batman seria visto como vilão por todo DCverso. Como você, sendo membro da Liga da Justiça, seria capaz de confiar num sujeito que fica, no tempo livre, inventando formas de te matar? Seria como continuar sendo amigo de um sujeito que come sua namorada, só para te provar que ela é uma pilantra e não te merece…

Nessa transformação, outros fatores poderiam estar inclusos. A morte de Jason Todd, o afastamento de muitos membros do Batsquad, logo após a revelação de seus protocolos e o que considero que seria definitivo para ele se tornar um vilão: matar o Coringa!

Coloque-o em uma situação que cruze essa linha imaginária, que norteia sua moral, e teremos um dos homens mais perigosos do mundo em ação!

Capitão América.

Secret Empire tentou mostrar o que aconteceria se o Capitão América fosse um vilão, mas mostrou errado. Errou porque só mostrou o que aconteceria se o Capitão fosse nazista. Não é preciso “só isso” para ser um vilão.

A melhor maneira, de fazer o Capitão América ser um vilão, é fazendo dele um típico… americano.

Isso mesmo. Aquele americano médio, red neck, que odeia judeus, negros, xicanos, chinas, japas, árabes, que acredita que mulheres não precisam trabalhar, que lésbicas e viados são abominações da natureza, que todo americano de verdade precisa de uma arma para se defender… ou seja, “God Bless America”.

Agora imaginem esse cara descrito aí em cima, com o Soro do Supersoldado. Depois virando um herói de guerra. Depois um Vingador. Depois presidente dos EUA.

Pronto. Essa é a origem do Capitão América vilão.

Thor.

Essa até que seria fácil. Em muitas histórias, somos apresentados ao jovem Thor, aquele que inspirou as mitologias nórdicas, como impetuoso, violento, arrogante e brigão.

Por sinal, em sua origem clássica, ESSA ERA A VERDADEIRA NATUREZA DELE, só mudando quando Odin o fundiu com o humano Donald Blake, como uma forma de amansar o temperamento de seu filho.

Como um vilão, Thor seria  parecido com sua versão Ultimate. Imaginem ele vindo a Terra, dizendo ser filho do deus Odin, o Pai de Todos, e assim assumindo-se como um novo messias, gerando féis, seguidores e, por que não, um exército em seu nome? Muitos o veriam como um fanático religioso, um impostor, mas, depois de dar uma ou duas marteladas em muita gente, ele mostraria que leva muito a sério essa história de ser filho de um deus.

Aliás, logo após Guerra Civil, Thor já deu a entender que, se ele quisesse, todo o Universo Marvel estava fodido. Lembram-se do esculacho que ele deu no Tony Stark? Aquilo é material de um vilão de primeira qualidade!

“Você destruiu minha armadura. Como vou voltar para casa?” “Ande.” Melhor diálogo do Thor!

A lista está bem enxuta, porque quero ouvir o que vocês tem a falar. Coloquem suas opiniões e suas escolhas nos comentários. Quem sabe a gente faz uma outra lista com as melhores seleções de vocês?

E vou ali!

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1