TOP ENXUTO – Os filmes imperdíveis que eu… perdi!

0
367

Aproveitando o feriado, um post grande cheio de trailers!

Uma lição pra você, que ainda é um jovem mancebo: a vida vai tirando o seu tempo antes de te matar – provavelmente de forma dolorosa – no final. Trabalho, família, cuidados com a saúde, estudo, compromissos sociais… De repente, as vinte e quatro horas do dia são insuficientes para tudo o que você TEM que fazer. O que, obviamente, deixa você com muito menos tempo para o que QUER fazer!

Alguns Enxutos “ganham” tempo deixando de lado entretenimentos supérfluos como, por exemplo, sexo!

Como eu gosto de ler e sou solteiro, filmes terminam sendo a derradeira opção de entretenimento em casa, até porque é complicado pausar um numa determinada parte para retomar dias depois… Filmes devem ser assistidos do começo ao fim, de um fôlego só (exceto honrosas exceções que você tá vendo por obrigação, achando uma merda e doido pra se ver livre daquilo).

As séries da Marvel na Netflix eu também assisto em micro-episódios semanais (às vezes quinzenais) de cinco a quinze minutos…

Ainda tem duas coisas que não ajudam nada a diminuir a pilha de filmes: a Netflix – onde você tá sempre tentando ver aquele filme ou série que nunca deu bola, mas aí descobriu que vai sair de catálogo e resolve que TEM que assistir (falhando miseravelmente, claro) – e os filmes que eu gosto, que sempre me fazem passar pela situação de “Pronto, hoje eu vou assistir Birdman nem que a vaca tus… Ora, olha aqui o meu velho dvd do Clube da Luta… Vou dar só uma olhadinha e… Ah, outro dia eu vejo Birdman, Clube da Luta é legal demais!”

Por que, diabos, criar um oponente na sua cabeça que, além de mais forte, mais rápido e mais habilidoso que você, ainda tem que ser engraçaralho?

Desta forma, fica fácil entender como há filmes que, mesmo sendo considerados até “clássicos” no meio nerd, eu nunca parei pra ver. Aí, como diria o Sorg, ustrudia estava acompanhando a troca de sandices conversa de meus ilustres amigos de blog no WhatsApp, e tentei colaborar com a mesma falando justamente deste assunto. Diante da reação deles, resolvi partilhar um pouco disso com vocês, intrépidos “leitores”, e listar aqui dez filmes – considerados bons, claro! Não há mérito em dizer que nunca assisti Jonah Hex (idem, 2010)! – que todo mundo assistiu (ou diz que assistiu), que todo mundo comenta, que todo mundo cita… Mas eu nunca vi!

10 – Akira (idem, 1988)

Pra começar, o óbvio: todo veterano no Baile sabe que eu não gosto de mangá – com a honrosa exceção do excelente Lobo Solitário, claro! – nem de anime – sem ressalvas. Mas, anos atrás, fui convencido por um amigo a ver Akira. Fui à locadora e… que pena, não tinha disponível. Optei por outro título, que recebia muitos elogios na seção de cartas da Revista Set (eram tempos pré-internet…), chamado aqui de O Fantasma do Futuro (Ghost in the Shell, 1995). Não consegui me conectar com a história, achei o visual impactante nos primeiros minutos, mas enfadonho daí pra frente, e enjoei dos diálogos (muito porque vi uma versão dublada e…nossa, como as pessoas que a fizeram tinham que falar rápido para “encaixar” as falas!).

Reclamei com o amigo que tinha feito a indicação (eu não podia brigar com os leitores da Set, como hoje eu faria no Twitter!) e ele me explicou sobre a estética diferente do desenho animado japonês. Uma explanação muito detalhada, cheia de referências, com farta citação de títulos e autores e… Tão chata quanto eu achei Ghost in the Shell! Akira, o alvo inicial, terminou sendo deixado de lado e, sinceramente, não sinto a menor vontade de me aventurar por esta “estética” novamente! O que, obviamente, não me impedirá de, em algum momento, assistir a versão em live action lançada em 2017 de Ghost in the Shell com a deusa Scarlett Johansson!

09 – Tron – Uma Odisséia Eletrônica (Tron, 1982)

Outro cuja estética visual nunca me chamou a atenção, mesmo nos pobres anos 80… Tipo, não é que eu a acho risível hoje… Eu sempre a achei ridícula! Já assisti filmes com efeitos piores? Claro, ora! Só depois que começou o império do CGI já poderia citar um monte que tem efeitos ridículos e eu me amarro! Mesmo assim, Tron nunca recebeu uma mísera chance, nem mesmo sua tardia continuação, Tron – O Legado (Tron: Legacy, 2010). E acho que nunca vão receber!

08 – Conta Comigo (Stand by Me, 1986)

No mínimo, um clássico dos bons tempos da Sessão da Tarde! Esse filme, realmente, foi um dos que mais passou no programa! E eu… nunca tive a menor vontade de ver. Por quê? É ainda meio o lance do filme com criança. Além disso, lembro de ver diversas vezes o “resumo” do roteiro que vinha no jornal – pessoal mais velho deve lembrar, resumiam o filme em dez ou quinze palavras, tipo “garotos procuram um corpo enquanto aprendem sobre amizade e a vida” – e nunca achar interessante. E até hoje não mudei de ideia. Aliás, lembrando que o filme é baseado em um conto do Stephen King, aproveito para dizer que  também nunca assisti Um Sonho de Liberdade (The Shawshank Redemption, 1994)!

Tudo enxuto!

07 – ET – O Extraterrestre (E. T. The Extra-Terrestrial, 1982)

Nunca vi, nunca vou ver! Eu odeio filmes família. Odeio filmes com crianças (exceto os do Harry Potter, mas… bom, eles envelhecem rápido do terceiro filme em diante!). Odeio a pieguice extrema de alguns filmes do Spielberg – aliás, dele, que o pessoal considera clássico, também nunca vi Contatos Imediatos de 3° Grau (Close Encounters os the Third Kind, 1977) ou A Lista de Schindler (Schindler’s List, 1993). E, pra falar a verdade, sempre achei a figura do ET asquerosa. E aquela voz irritante? “ET… Casa… Fone…” é melzôvo! Até mesmo ouvir a trilha sonora me dá enjoo. Era assim quando eu era criança, é assim até hoje!

HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!OLHAOET!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!

06 – MAD MAX (idem, 1979)

Nem vou especificar: EU NUNCA VI NENHUM! Sério, nem Estrada da Fúria (Mad Max: Fury Road, 2015) eu assisti. Eu acho que não curto muito estes filmes ambientados em um mundo pós-apocalíptico, tipo Waterworld – O Segredo das Águas (Waterworld, 1995), que eu também nunca vi (mas aí, pelo que dizem e pela carreira do Kevin Costner depois dessa bomba, eu estou com a imensa maioria). Ah, também não gosto de filmes com carros, ou tipo road movie, entendem? Tipo, também nunca assisti Sem Destino (Easy Rider, 1969), Thelma & Louise (idem, 1991), Pequena Miss Sunshine (Little Miss Sunshine, 2006)…

05 – 2001: Uma Odisseia no Espaço (2001: A Space Odyssey, 1968)

Nunca, nunca, nunca tive a menor vontade de ver, muito pela extrema “profundidade” que alguns insistem em apontar nele, como se fosse um filme que você não “interpreta”, mas decora! E olha que eu sou muito fã de dois filmes do Stanley Kubryck: Nascido para Matar (Full Metal Jacket, 1987) e Laranja Mecânica (A Clockwork Orange, 1971). Curto Spartacus (idem, 1960). De Olhos Bem Fechados (Eyes Wide Shut, 1999) eu acho chato (mensagem subliminar? Ah, tá!). Mas confesso que nunca vi Doutor Fantástico (Dr. Strangelove or: How I Leamed to StopWorrying and Love the Bomb, 1964) e dormi logo no começo de O Iluminado (The Shining, 1980).

Ah, peço uma pausa nos xingamentos a minha pessoa para que possamos demonstrar nosso respeito pelo ator R. Lee Ermey, o eterno Sargento Hartman (“Senhor, sim, senhor!”), falecido no dia 15 de abril!

04 – Jurassic Park (idem, 1993)

Olha, parece difícil de acreditar mas… Nunca vi sequer trailer! Acho uma premissa tão… *bocejo*! Mas lembro que eu estava viajando na época em que o primeiro filme estreou e minha namorada da época foi assistir primeiro. Eu perguntei se o filme era bom. Ela respondeu que era “lindo”. Sim, ok, eu até entendi, mas… O filme era bom? “É lindo!” Devo ter feito uma cara tão estranha que ela emendou: “Olha, eu não sei se é bom ou é ruim: é lindo! É só o que eu sei dizer dele!”

Como Mad Max, nunca vi nenhum dos filmes, nem o novo. Muito, mas muito provavelmente nunca vou ver. E, olha só, estamos novamente diante um filme do Spielberg! Sendo assim, aproveito para dizer que também nunca vi 1941 – Uma Guerra Muito Louca (1941, 1979), A Cor Púpura (The Color Purple, 1985), Hook – A Volta do Capitão Gancho (Hook, 1991), Amistad (idem, 1997), O Terminal (The Terminal, 2004), Guerra dos Mundos (War of the Worlds, 2005) e … Pra resumir, NENHUM filme dirigido por ele de 2008 pra cá!

03 – Os Goonies (The Goonies, 1985)

Filme com criança? Sim. Produção do Spielberg? Sim. Caça ao tesouro? Putz, sim! Tudo muito desanimador para mim. E é praticamente tudo o que eu sei dessa história! Boio em toda conversa em que começam a usar expressões e referências que dizem ser retiradas daí. Pra não dizer que não gosto de nada d’Os Gonnies, me amarro em ouvir a Cindy Lauper cantando The Goonies “R” Good Enough! Mesmo assim, é outro filme que eu nunca vou ver!

02 – De Volta Para o Futuro III (Back to the Future III, 1990)

Caras, eu sou muito fã do primeiro filme e consigo ver de boa o segundo. Já o terceiro, desde a primeira vez que eu tive notícias, fiquei com a sensação de ser apenas uma piada  muito boa que o sujeito vai esticando até perder a graça. Pra piorar, veio o desenho animado (duas temporadas, 91 e 92) que achei um puta pé no saco! Por isso, até hoje estou bastante satisfeito em conhecer apenas a Duologia De Volta Para o Futuro! Mas, se um dia eu comprar a Trilogia em blu-ray

Delsdoséu….

Só por curiosidade, outra Trilogia que eu nunca assisti o terceiro filme foi Robocop. Nem o nome do Frank Miller nos créditos me convenceu a isso.

01. O Clube dos Cinco  (The Breakfast Club, 1985)

Confesso não ter nenhuma defesa neste caso! Tem um elenco bacana (Molly Ringwald, um beijo!), é um clássico dos anos 80, é dirigido pelo grande John Hughes, tá dentro daquele monte de filmes que eu adoro (comédias onde atores de vinte e poucos anos fazem o papel de adolescentes no colegial)… Mas, com tudo isso, nunca vi! Eu mesmo não compreendo o motivo! Está na minha fila para compra há uns dez anos. Já favoritei um link com ele completo no Youtube! Já coloquei ele na minha lista do Netflix! Mas, até agora…

“Ops! É o JJota! Voltem antes que ele comece a assistir o filme!”

Bom, é isso! E vocês, “leitores”? Algum filme que todo mundo viu, menos vocês? Confessem aí…

 

 

Comentários Facebook (O DISQUS ESTÁ ATR... LOGO ABAIXO)

Comentários Disqus

BDE1