Caras, eu nem acredito…

E, finalmente, depois de muita especulação e uma penca de “projetos” envolvendo a personagem Arlequina, eis que um filme com a mesma está, de fato, sendo rodado. Aves de Rapina (e a Fantabulosa Emancipação de Uma Certa Arlequina) trará Margot Robbie de volta ao papel que a fez famosa e a transformou na última grande musa nerd.

“Tem alguma coisa ruim vindo aí… Esquadrão Suicida 2?”

Imagens da produção começaram a aparecer. Em uma delas vemos a personagem andando nas ruas, levando uma caixa com objetos pessoais. Deixando o Coringa, talvez?

“Pudinzinho é o c@r@lh*!”

Em outra imagem, vemos a anti-heroína andando ao lado de uma pequena Cassandra Cain (Ella Jay Basco), levando ração de cachorro.

Para os hereges quem não sabe, Cassandra, nos quadrinhos, é a filha adotiva do assassino profissional Cain que terminou sendo “tutelada” pela Oráculo, identidade na época assumida pela aleijada Bárbara Gordon, e se tornou a – na minha opinião – melhor versão já feita da Batgirl!

Taí uma versão da Batgirl que o Coringa deixaria em paz…

Também podemos ver a – suspiro apaixonado – atriz Mary Elizabeth Winstead – a Ramona de Scott Pilgrim Contra o Mundo (Scott Pilgrim Vs. The World, 2010) – com seu visual de Caçadora!

Visual militar, sem máscara… Filme errado!

Todos estes visuais tinham sido vistos num tease divulgado a menos de um mês atrás, com poucos detalhes. Confiram:

No mais, o filme terá como vilões o Máscara Negra (Ewan McGregor) e Victor Szasz (Chris Messina). Jurnee Smoleett-Bell será a Canário Negro e Rosie Perez fará a policial Renee Montoya, que chegou a virar uma versão feminina do Questão nos quadrinhos. A direção é de Cathy Yan e roteiro de Christina Hodson. Apesar de ambientado em Gotham City, Batman não deve fazer nenhuma aparição. O filme deverá ter farta violência visual e censura para maiores, declarando assim que pretende buscar o público que está assistindo os filmes do Deadpool, da Fox.

Bom, Margot está mais magra, mas parece que mantém o visual vulgar que parece despertar tanta admiração nas menininhas de hoje (bom, a Xuxa provou nos anos 80 que já era assim antes…). Me entristece ver que todas as ridículas e exageradas tatuagens também continuam lá. Nem sinal de Bárbara Gordon (Oráculo >>>>>> Batgirl ruiva). Será que a Arlequina é que comandará a trupe? Isso seria uma pena, né? Aves de Rapina, na época em que eu lia a DC, era um título divertido que reunia grande número de personagens femininas da DC, tanto heroínas como vilãs. Pouco disso deverá estar no filme…