O freak show da DC vale à pena?

Olá Enxutos, Enxutas e Enxutetes!!! Nesse Papo Enxuto, bora falar sobre a série televisiva da Patrulha do Destino?

Patrulha do Destino (Doom Patrol nos states), é uma série baseada (CALMA MAJIN!!!) nos personagens homônimos da Editora DC Comics surgidos na revista My Greatest Adventure #80 em 1963. O sucesso foi tanto que a revista foi rebatizada para Doom Patrol na edição 86. A Patrulha do Destino não é um grupo de heróis convencionais, mas sim um bando de desajustados com poderes, aparência e origens bizarras.

Não vou falar das histórias em quadrinhos, mas sim da série televisiva. Os personagens apareceram pela primeira vez no quarto episódio da série dos Titãs intitulado “Patrulha do Destino” em 2018 e em 2019, ganharam série própria. A primeira temporada conta com 16 episódios, é exibida pelo HBO Max, serviço de streaming da Warner Media e a AT&T nos states e pela HBO Brasil aqui em terras Tupiniquins. Eis os principais personagens da série:

Kay Challis / Crazy Jane (Interpertada por Diane Guerrero) possui 64 personalidades diferentes, cada uma com um superpoder diferente.

Rita Farr / Mulher-Elástica (Interpretada por April Bowlby) desenvolveu a habilidade de alterar o tamanho de seu corpo, depois que foi exposta a um gás tóxico.

Victor Stone / Cyborg (interpretado por Joivan Wade): super-herói meio-humano e meio-máquina, que luta contra essa dualidade e procura se libertar do controle de seu pai.

Larry Trainor / Homem-Negativo (Interpretados respectivamente por Matt Bomer e Matthew Zuk): ex-piloto de avião, que foi atingido pela energia negativa e agora usa bandagens para conter a radiação.

Cliff Steele / Homem-Robô (interpretados respectivamente por Brendan Fraser e Riley Shanahan): ex-piloto de corrida que teve seu cérebro, ainda vivo, transplantado para um corpo cibernético depois que sofreu um acidente que destruiu seu corpo.

Niles Caulder / Chefe (Interpretado por Timothy Dalton): mentor da Patrulha do Destino, dotado de um intelecto genial, ele é especializado em encontrar pessoas necessitadas que estão “à beira da morte e precisam de um milagre” – porém, não é tão bonzinho quanto parece ser.

Eric Morden / Sr. Ninguém (interpretado por Alan Tudyk): o vilão da série, é uma sombra viva capaz de drenar a sanidade dos outros, capacidade essa que ele conseguiu após ser submetido a experimentos de ex-nazistas no pós-guerra do Paraguai.

Apresentados os personagens, vamos falar sobre o que eu achei da série: extremamente divertida!!! A série nos mostra um bando de fudidos… uns com histórias trágicas, outros que são verdadeiros filhas da puta, mas que na Patrulha do Destino, tem a chance de espiarem seus erros e se transformarem mais ou menos numa força do bem.

Cuidado com esse burro!!!
Cuidado com esse burro!!!

A série é extremamente nonsense, repleta de palavrões, cenas de sexo e pessoas nuas-peladas-sem roupa. Portanto, tirem as crianças da sala ou arrumem uma solução para ver a série perto dos pequenos! Creio que essa seja a melhor produção do DC Universe. Há a quebra da quarta parede, referência à Grant Morrison, a série tem um bom ritmo, sabe trabalhar bem os personagens e deixa aquela vontade de assistir os próximos episódios e a próxima temporada. O elenco é muito bom, com nomes conhecidos e outros que andavam meio desaparecidos. Mas todos abraçaram os personagens e nos entregam boas atuações.

Um bom termômetro para mim de que a série é boa é divertida, foi a minha mulher (OI, Mary). Ela caga e anda para as séries e filmes inspirados nos personagens da DC, mas enquanto eu assistia os primeiros capítulos, ele foi demostrando interesse. Tanto, que eu parei de ver no quarto episódio para rever com ela e terminar de assistir a série juntos. E valeu muito a pena, Enxutada!!! Ver ela se divertindo com a série (gargalhadas insanas no episódio da delícia) foi impagável!!! A única coisa que eu achei meio nhé, foi a presença do Cyborg na série, mas para série, ele até que funciona bem. MAS DEVIA ESTAR ERA NOS TITÃS!!! PORRA, WARNER!!!

Deixo aqui um destaque para o excelente trabalho da dublagem brasileira, a qual, faço questão de citar os nomes dos dubladores:

John Bowers dublado por Yuri Tupper
Victor Stone / Cyborg dublado por Renan Freitas
Kay Challis / Crazy Jane dublada por Luísa Viotti
Rita Farr / Mulher Elástica dublada por Carol Crespo
Dr. Niles Caulder / Chefe dublado por Julio Chaves
Cliff Steele / Homem-Robô dublado por Guilherme Briggs
Larry Trainor / Homem-Negativo dublado por Reginaldo Primo
Eric Morden / Sr. Ninguém dublado por Garcia Junior
Silas Stone dublado por Marcelo Sandryni
Ezekiel the Cockroach) dublado por Marco Moreira

A primeira temporada de Patrulha do Destino foi ao ar de 15 de fevereiro de 2019 à 24 de maio de 2019. A segunda temporada foi lançada no dia 25 de junho de 2020 e até o momento em que escrevo essa postagem, está no sétimo episódio. O que acharam dessa série, Enxutada? MIMIMIzem aí nos comentários!!!