Resenha Enxuta: Heróis Renascem #1

Resenha Enxuta: Heróis Renascem #1

Resenha? Heróis Renascem? Jarbas? O MEU PAI???

UM MUNDO SEM VINGADORES! Bem-vindo a um mundo onde Tony Stark nunca construiu uma armadura do Homem de Ferro. Onde Thor é um ateu beberrão que despreza martelos. Onde Wakanda é considerada um mito. E onde o Capitão América nunca foi encontrado no gelo porque não havia Vingadores para encontrá-lo. Em vez disso, este mundo sempre foi protegido pelos Heróis Mais Poderosos da Terra, o Esquadrão Supremo da América. E agora o Esquadrão enfrenta um ataque de alguns de seus inimigos mais ferozes, como Dr. Fanático, o Caveira Negra, a Feiticeira Prateada e Thanos com seus Anéis do Infinito. Mas por Blade é o único ser que parece se lembrar que o mundo inteiro de alguma forma… renasceu?

E lá vamos nós, né Marvel? Tudo novo de novo novamente, só que de um jeito diferente? É, pois é… vamos ver qualé a da Marvel com esse novo Heróis Renascem? Bora conferir nessa Resenha Enxuta!!!A história começa com Blade mimizando mentalmente sobre como acordou há duas semanas atrás coberto de sangue seco em um albergue no leste de Londres sem sequer saber como chegou lá. Ele tentou ligar para a Montanha dos Vingadores, mas não houve resposta. Isso aconteceu, por que não existia uma Montanha dos Vingadores. Ele pergunta a Robbie Reys sobre o Motoqueiro Fantasma, mas o rapaz não sabe do que ele está falando e recomenda que ele pare de fumar os bagulhos do Majin. Blade não sente o cheiro de outros Vampiros a semanas e se pergunta se esse mundo sem Vampiros e sem Vingadores não seria melhor do que o mundo do qual ele se lembra.Corta pra Washington D.C., onde dias depois, vemos Victor Vom Doom invadindo o pedaço e mimizando pros locais que como sua pátria foi tirada dele, ele iria tirar a deles. Usando o Rubi de Cyttorak, ele se transforma no Dr. Fanático, mas logo Hyperion brota no local pra mostrar que ainda existem heróis nesse mundo renascido. Enquanto a porrada estanca, eles mimimizam sobre os acontecimentos: Victor acusa Hyperion de virar seu país contra ele, Hyperion afirma que ele e o Esquadrão Supremo garantiram que eleições justas fossem realizadas na Latvéria.Pelo comunicador, Hyerion informa aos seus aliados que o Dr. Destino escapou da Zona Negativa e está atacando a Casa Branca. Falcão Noturno informa que Victor trouxe os Mestres do Mal com ele. E como ele sabe disso? Por que ele está na cúpula do Capitólio confrontando Venom, (que nesse mundo é o Caveira Negra) e seus discípulos (da Hidra?). Enquanto isso, Blade vai constatando que nessa Terra, não há Stephen Strange, Jennifer Walters é apenas advogada, seu primo Bruce foi exilado por Hyperion anos atrás em uma prisão na Zona Negativa, Carol Danvers é apenas um piloto da força aérea e Tony Stark nunca foi atingido por estilhaços no coração e é um fabricante de armamentos. Em outra parte, o Dr. Espectro capta algo que passou por Marte e está indo em direção a eles. Ele decide investigar.Em sua investigação, Blade descobre que o Espírito da Vingança e o Estigma foram considerados muito perigosos e também foram banidos para a Zona Negativa, que a Nação de Wakanda não aparece em nenhum mapa e foi considerada um mito anos atrás, que o poder do Punho de Ferro nunca deixou as montanhas do Tibete. Quem fez tudo aquilo, foi muito meticuloso, mas pelo o que ele percebeu, tudo o que eles tiveram que mudar pra que esse mundo se tornasse o que era, foi mudar apenas uma coisa importante que alterou todo o resto.Muita coisa acontece daqui por diante e eis o resumo: Blade deduz que o Esquadrão Supremo da América é o responsável por tudo, por que o Esquadrão sempre esteve ali e os Vingadores nunca existiram e essa ausência foi sentida e afetou tudo o mais. Por isso, temos uma Feiticeira Prateada (que absorveu os poderes do irmão que morreu enfrentando o Esquadrão), Etrigan o Imparável All-Gog, o ultimo Pai-De-Todos e destruidor de Asgard, que é inimigo jurado da… Princesa do Poder? POTZ!!! Corta pro Espaço, onde o Dr. Esprecto descobre que a criatura que vem para a terra é Thanos, o portador dos Anéis do Infinito. ETA, CARALHA MARVEL!!!Afasta-te, forma vilã. E dá lugar ao demônio Etri... NÃO, PERA!!!Blade constata que não há Deuses nesse mundo e vai atrás de um Deus para ter ao seu lado. Ele vai até a Noruega, mas o que ele encontra lá, é um Thor beberrão. Ele lhe conta toda a história do Thor, mas suposto Thor diz não se lembrar de nada e quer ser deixado em paz com o seu único amigo: seu copo-chifre. Corta pro Falcão Noturno que tá metendo a porrada nos soldadinhos do Caveira Negra, quando Blade brota no lugar e pergunta ao cara se ele sabe quem ele é e por que está ali. A resposta que o Falcão lhe dá o faz ter certeza de que ele sabe quem ele é e Blade lhe diz que sabe que esse é um mundo de mentiras.Convocam o Falcão para a treta em Washington, mas ele ignora. um subalterno qualquer diz ao Presidente Coulson que precisam levá-lo ao bunker para protege-lo, mas o presidente apenas aprecia o seu Esquadrão e pergunta se eles viram um mundo mais bonito do que esse. Falcão Noturno faz uma nota par si mesmo: melhorar toda a vigilância Global e seu alvo primário? Blade. Corta pra Noruega, onde irritado pela demora da chegada do seu Hidromel, Thor golpeia seu chifre no balcão e… ele se transforma no Mjolnir.E quanto ao Blade? Ele andou ocupado. Invadiu o Pentágono, roubou as últimas coordenadas conhecidas e chegando ao local, deixou seu nariz de vampiro o guiar, pois ele podia sentir o cheiro de sangue humano não importa o qual fraco esteja ou quanto frio faça. Em 1945, o maior herói do mundo havia desaparecido e foi dado como morto. Naquela Terra, nunca houveram Vingadores para ir encontrá-lo. Mas o que vemos no ultimo quadrinho dessa edição, é um Vingador encontrando o congelado Capitão América e com isso, chegamos ao fim dessa primeira edição. Vámonos as análises?O argumento ficou a cargo de Jason Aaron. Aaron geralmente faz um bom trabalho em alguns títulos, mas tenho lido em alguns sites gringos que ele parece meio desgastado nos seus últimos trabalhos nos Vingadores. Pelo o que eu li aqui, não deu para avaliar muito bem, por se tratar de uma primeira edição. Nota 5.

A arte (MINHA ARTE?) ficou a cargo de Ed Mcguinness e sinceramente? Já vi trabalhos melhores do artista. Tudo pareceu bem genérico, mas bem ok. Nota 5.

A capa principal ficou a cargo de Leinil Francis Yu e também é a penas ok. Leinil já foi um ótimo desenhista, mas ultimamente, parece ter se tornado apenas um artista de capas. Nota 5.

Bem, Enxutada… taí a Resenha Enxuta de Heróis Renascem #1. O que eu achei? Uma confusão só. Tem uma dose de universo Amálgama, com alguns personagens sendo mostrados como fusões bem genéricas e safadas de alguns personagens, tem uma boa dose de plágio homenagens, pois alguns conceitos e personagens parecem referências ou versões dos da Distinta Concorrente. Junte tudo isso ao superestimado título “Heróis Renascem” e temos uma história bem nhé que em nada lembra a empreitada anterior. E vocês, o que acharam? MIMIMIzem aê nos comentários!!!

Denis, O Gruut!!!

%d blogueiros gostam disto: