Vai morrer todo mundo…

E a HBO divulgou o trailer da oitava e última temporada de Game of Thrones. Confiram:

Bom, eu nunca gostei da série, que acho muito chata, arrastada. Sim, adoro os livros e eles tem muito de arrastado também, mas a boa prosa de George R. R. Martin faz com que consiga superar de boa grande parte dos capítulos (tirando os do Bran… MORRA, BRAN!). Além disso, sem restrições orçamentárias, temos nos textos muito mais ação do que vemos na TV.

“Ainda vou herdar toda saporra!”

Além disso, as escolhas dos roteiristas da série, mesmo quando ainda tinham os livros para dar um norte (“o inverno está chegando”…), me incomodaram. Creio que importantes personagens e tramas contundentes foram deixadas pelo caminho. E, depois do que seria o quinto livro, GoT virou um novelão.

“Num frio danado como este, não seria má ideia poder virar um pássaro de fogo…”

Ainda assim, claro, não deixo de dar (eita!) meus palpites: Daenerys (Emilia Clarke) morre, mas deixa um filho, Sansa (Sophie Turner) será morta por Arya (Maisie Williams) (completando assim a sua vingança contra as pessoas que provocaram a morte de seu pai), Jaime (Nicolaj Coster Waldau) matará Cersei (Lena Headey) – o que estará de acordo com a profecia do irmão mais novo) e Tyrion (Peter Dinklage) terminará como Mão do Rei e regente,  sendo que o monarca será o filho de Daenerys com Jon Snow (Kit Harington), que preferirá voltar para Winterfell e reassumir o posto de Protetor do Norte, claro que chorando de saudades de todas as mulheres que ele amou e conduziu à morte. Quanto aos white walkers… Sinceramente, acho que ganharam uma dimensão imerecida dentro do programa de tv.

“Tieta… Tieta…” Entendedores…